15/01/2021 às 18h14min - Atualizada em 15/01/2021 às 18h14min

Diretora da Sanear é executada com 6 tiros; polícia descarta latrocínio



A caminhonete do Sanear (Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis), onde a presidente da autarquia Terezinha Silva de Souza foi executada, por volta das 7 horas desta sexta-feira, foi atingida por seis disparos de arma de fogo no Centro de Rondonópolis (219 quilômetros de Cuiabá). Teresinha, que estava no banco do passageiro, foi atingida e morreu logo após dar entrada no hospital.

Segundo informações preliminares, a principal linha de investigação é que Teresinha tenha sido vítima de execução, já que nenhum bem da servidora pública foi roubado. A Polícia Civil ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso e analisa outras imagens de câmeras da região para identificar os criminosos.

Imagens de câmeras de segurança flagraram momento em que a dupla em uma motocicleta ultrapassa um caminhão, se aproxima da caminhonete. Os disparos ocorreram pouco depois.  

A Perícia Oficial e a Polícia Civil acompanham o caso. Não há informações sobre suspeitos ou motivação do assassinato.

O motorista do automóvel não foi atingido, porém está recebendo atendimento médico pois estava em estado de choque.   

O CASO

 Terezinha Silva de Souza, presidente do Sanear (Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis), foi executada no início da manhã desta sexta-feira (15) no Centro de Rondonópolis. A vítima estava dentro de uma caminhonete quando foi assassinada.

Os autores do crime fugiram em uma moto. Informações preliminares revelam que a vítima estava em uma caminhonete por volta das 07h, na Rua Otávio Pitaluga, quando uma dupla em uma moto se aproximou  e abriu fogo contra o carro.

Terezinha, que estava no banco do passageiro, foi atingida. Ela foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu logo após dar entrada na Santa Casa.

O condutor do veículo não foi atingido, mas está em estado de choque. Equipes da Polícia Militar estão no local. A ocorrência ainda está em andamento.

Fonte: Fernanda Renaté / Folhamax 
Notícias Relacionadas »
Comentários »