22/12/2020 às 21h09min - Atualizada em 22/12/2020 às 21h09min

Duas irmãs são mortas a tiros

Segundo a Polícia Civil, o ex-companheiro de uma delas é o principal suspeito do crime.

G1 GO
Araguaia Notícia
Duas irmãs foram mortas a tiros no Distrito de Marajó, a 130 km de Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito é o ex-companheiro de uma das vítimas, com a qual o homem tem filhos.

O suspeito fugiu após o crime e segue foragido. O nome dele não foi revelado pela corporação. As vítimas também não tiveram os nomes e idades informados pela polícia.

O crime ocorreu na madrugada do sábado (19). De acordo com informações da Polícia Militar, vizinhos ouviram barulho de tiros e chamaram a corporação. As mulheres foram mortas na casa onde moravam. Segundo a PM, o corpo de uma delas estava em um dos quartos e o outro no quintal da residência.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Pedro Democh, a principal linha de investigação é de duplo homicídio. Em entrevista à TV Anhanguera, ele explicou que, para saber se o caso se enquadra em feminicídio, é preciso entender as circunstâncias do crime.

De acordo com o delegado, testemunhas devem ser ouvidas a partir desta terça-feira (22). A Polícia Civil informou, em nota, que não serão fornecidas mais informações, pois a investigação corre em sigilo.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%