21/12/2020 às 16h22min - Atualizada em 21/12/2020 às 16h22min

Mauro Mendes anuncia investimentos de 85 milhões para 9 municípios que fazem aniversário

Estas cidades estão completando 29 anos no dia 20/12

Araguaia Notícia


Nove municípios – Confresa, Cotriguaçu, Planalto da Serra, Pontal do Araguaia, Ribeirãozinho, Santo Afonso, São José do Xingu, São Pedro da Cipa e Tabaporã – comemoram 29 anos de emancipação administrativa neste domingo, 20, com investimentos de R$ 85 milhões do Governo do Estado em infraestrutura e repasses financeiros em dia.

Em Cotriguaçu, 20.238 habitantes, a 943 quilômetros de Cuiabá, foi assinado convênio com a prefeitura para asfaltar 58 mil metros quadrados da Avenida 20 de dezembro. Investimento de R$ 3,8 milhões, dos quais R$ 1,6 milhão de responsabilidade da Sinfra/MT (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística).

Em Planalto da Serra, 2.649 habitantes, distante 281 quilômetros de Cuiabá, duas obras estão em execução - a pavimentação de mais de 50 quilômetros da MT-140, entre o municípios e Nova Brasilândia; e a construção da galeria sobre o córrego Garganta, em convênio com Associação Agrologística, com investimento previsto de R$ 8,58 milhões.

Para Pontal do Araguaia, 6.843 habitantes, a 487 quilômetros de Cuiabá, foi emitida ordem de serviço para início da construção da ponte de concreto sobre o rio Tinhoso, de 50 metros de extensão, com encabeçamento das cabeceiras, extensão de 1,93 quilômetro, onde serão investidos R$ 4,5 milhões. A ordem inclui a pavimentação de 18 quilômetros da MT-100, entre o município e Torixoréu. Investimento de R$ 19 milhões.

Em Ribeirãozinho, 2.422 habitantes, distante 554 quilômetros de Cuiabá, serão feitas melhorias em 45,4 km da MT–100, entre o entroncamento da MT-461, no acesso ao município, e o entroncamento da MT-466, em Torixoréu. Investimentos de R$ 23,4 milhões.

Em Santo Afonso, 3.155 habitantes, a 258 km de Cuiabá, foi aberta licitação para  pavimentação de 37,6 quilômetros da MT-240, entre o município e Tangará da Serra. A obra é resultado de uma cooperação firmada pelo Governo do Estado com as prefeituras das duas cidades.

Esperada há três décadas, segue a pavimentação de 35,46 km da MT-410, em Tabaporã (9.429 habitantes, distante 674 quilômetros de Cuiabá). Uma das etapas do projeto para ligar o município à BR-163, a obra é resultado de um  convênio com a Associação dos Produtores da Rodovia MT-220. O Estado investe R$ 26,6 milhões, com contrapartida de R$ 2,9 milhões.

Foi concluída a manutenção e conservação de 31,3 quilômetros da MT-010, entre Americana do Norte e Gleba Mercedes I e II, com fornecimento de 30 mil litros de óleo diesel, em parceria com a prefeitura. Investimentos de R$ 500 mil.

Foram concedidos à iniciativa privada, em leilão realizado neste mês, 138,4 quilômetros da MT-220, entre o município e Sinop, parte de um programa envolvendo um total de 1.273 quilômetros. O valor do contrato é de R$ 1,173 bilhão.


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) repassou, aos nove municípios, um total de 7.150 testes rápidos (Confresa, 31.510 habitantes, 1.010 km de Cuiabá, recebeu 2.625 unidades) para detecção do coronavírus, e 313.631 comprimidos para combatê-lo, entre azitromicina (38.439), ivermectina (31.751) e dipirona (243.441), também distribuído em gotas, num total de 5.979 frascos.       

Entre janeiro e setembro deste ano, foram repassados aos sete municípios aniversariantes um total R$ 62,081 milhões em ICMS, IPVA e Fethab (R$ 9,495 milhões para São José do Xingu, com 5.620 habitantes, distante 895 km de Cuiabá), além de R$ 26,44 milhões em assistência social, transporte escolar, convênios na área de saúde e emendas parlamentares, entre 2019 e julho de 2020.

Economia

Agropecuária (R$ 659 milhões), serviços (R$ 624,18 milhões) e administração pública (R$ 523,56 milhões) respondem por quase a totalidade (84,8%) do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, avaliado em R$ 2,134 bilhões, segundo dados do IBGE de 2018.  

Confresa, com R$ 844 milhões, Tabaporã (58º colocado no ranking nacional de municípios com maior valor de produção agrícola em 2020) com R$ 417 milhões, São José do Xingu, R$ 293 milhões e Cotriguaçu, R$ 215 milhões respondem por 82,9% deste total.

O PIB per capita médio é de R$ 28.727,97. São José do Xingu, com R$ 52.780,16, e Tabaporã, com R$ 43.667,67, detêm os maiores.

A agricultura é diversificada, com milho e soja na liderança, com destaque para Tabaporã, São José do Xingu e Confresa, responsáveis por 86,66% da produção total, de ambas as culturas, dos nove municípios.

Segundo o IBGE, em 2019, os nove municípios colheram 1,175 milhão de toneladas de milho e 1,157 milhão de soja, 32,04 mil de algodão, 24,6 mil de arroz (Tabaporã, com 21,6mil) , 18,1 mil de mandioca e 4,36 mil de feijão, além amendoim, abacaxi, banana, batata-doce, borracha, cacau, café, cana-de-açúcar, coco da baía, laranja, maracujá, melancia, melão, palmito, pimenta do reino, sorgo, tomate, urucum e uva.

Na pecuária, o rebanho bovino soma 1,573 milhão de cabeças, das quais 21,35 mil vacas ordenhadas e uma produção leiteira de 28,25 milhões de litros; enquanto o rebanho galináceo é de 532,99 mil cabeças, destacando Santo Afonso (237.536 cabeças) e Confresa (109.750).

Suínos somam 45,8 mil cabeças, o rebanho ovino. 18,8 mil cabeças, e o equino, 28.810 cabeças, além de 10,9 mil hectares plantados com eucalipto, com destaque para Pontal do Araguaia, com 6,7 mil hectares.

Fonte: Jairo Sant'Ana - Secom/MT

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.8%
75.1%