21/12/2020 às 08h47min - Atualizada em 21/12/2020 às 08h47min

TSE determina nova eleição para Torixoréu



A Justiça Eleitoral determinou a realização de uma nova eleição para o cargo de prefeito na cidade mato-grossense Torixoréu (499 km de Cuiabá). Com apenas três candidatos, o município não teve nenhum prefeito eleito no pleito que ocorreu em 15 de novembro.

Os dois primeiros colocados na disputa, com 51,61% e 41,12% dos votos, tiveram os registros de candidatura negados pela Justiça Eleitoral. Nesta sexta-feira (18.12), por 6 a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o recurso da primeira colocada na disputa, que é a atual prefeita Inês Coelho (PP). Ela buscava a reeleição.

Ela teve seu registro anulado pela Justiça Eleitoral, que entendeu se tratar de um terceiro mandato consecutivo e por isso é inconstitucional. Ela concorreu pela coligação “O poder está nas mãos do povo”, que envolve os partidos PP, DEM e PSB. Obteve 1.392 votos, que representam 51,61% do total.

Ocorre que Inês entrou na disputa depois que o marido dela, Odoni Coelho (PSB), teve o registro indeferido por ter sido cassado do cargo de prefeito de Torixoréu em agosto de 2016. Depois, ele renunciou à candidatura à reeleição e foi substituído pela esposa.

A candidatura dela, agora foi impugnada pela Justiça Eleitoral porque foi entendido que, para Inês concorrer, o marido dela deveria ter sido afastado de forma definitiva do cargo de prefeito. Como isso não ocorreu, configura-se três mandatos seguidos.

Já o segundo colocado na disputa trata-se de Lincoln Heimar Saggin (PL), que também teve o registro impugnado pela Justiça Eleitoral. Ele está com os direitos políticos suspensos devido a uma condenação por atos de improbidade administrativa.

Lincoln já foi prefeito da cidade e é apontado como responsável por ter transferido lotes de forma irregular a terceiros, causando dano aos cofres públicos e enriquecimento ilícito. Ele concorreu em chapa pura e alcançou 1.109 votos (41,12%).

O terceiro candidato é Onildon Rubens Ribeiro de Moraes, conhecido como Rubão (Pros), no entanto ele obteve apenas 196 votos (7,27%).

Fonte: Ana Adélia Jácomo / PNB ON LINE

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
17.7%
75.2%