11/09/2011 às 10h28min - Atualizada em 11/09/2011 às 10h28min

Barra-garcense é campeão brasileiro no Atletismo

Olhar Direto
Flávia Ribeiro / Veja

O mato-grossense, de Barra do Garças, Joseilton Cunha, 17 anos, conquistou neste sábado (10), o título de campeão brasileiro na prova de 1.500 metros, em Maringá-PR, e assegurou vaga para o Sul-Americano em Cali, na Colômbia, no final do mês. É mais uma façanha do jovem atleta revelado em Barra do Garças que treina hoje em Uberlândia-MG e já participou de provas internacionais de 800 a 1.500 metros.

Mais dois atletas da equipe de atletismo de Barra do Garças sob comando do professor Severino Santos participam de provas nesta sexta-feira em busca de tempo classificatório para o Sul-Americano de Atletismo: Pátria e Vitor que já obtiveram excelentes resultados e podem integrar a seleção brasileira de atletismo.

O resultado de Joseilton foi amplamente comemorado pelo treinador Severino bastante elogiado pelo seu trabalho a frente do atletismo barra-garcense. Ex-maratonista Severino foi treinador do tricampeão mato-grossense da Corrida de Reis, João Neto e revelou várias promessas de corrida de média e grande distancia.

O trabalho da equipe de atletismo de Barra do Garças estará em destaque neste domingo (11) no programa Esporte Espetacular, da Rede Globo de Televisão, numa reportagem especial sobre as conquistas e dificuldades da equipe comandada pelo técnico Severino. A reportagem já está pronta e foi muito elogiada pela produção inclusive com chance de ganhar prêmio nacional por causa da história dos atletas e as paisagens de Barra do Garças.

Em agosto do ano passado, a trajetória de Joseilton foi contada numa reportagem da Revista Veja sobre as promessas olímpicas do Brasil para as Olimpíadas de 2014. Naquele ano, o barra-garcense havia conquistado uma Seletiva Sul-Americana dos 1000 metros para a 1ª edição dos Jogos Olímpicos da Juventude.

Joseilton começou a correr com 15 anos, depois de trabalhar em fazenda como vaqueiro e até tratorista. Antes ele tentou ser pedreiro e jogador de futebol, mas sem sucesso.

E foi a dificuldade de não ter alimentos e até mesmo água para beber onde morava na fazenda que fez o garoto desistir da roça e voltar para cidade onde voltou a estudar. Na escola, incentivado por um professor de Educação Física, Joseilton percebeu que tinha queda para o atletismo e passou a correr. Depois passou a ser treinado por Severino e se tornou um dos orgulhos da cidade de Barra do Garças.

Esse é o link para reportagem da Veja sobre Joseilton, de 2010.

http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/o-futuro-do-esporte-brasileiro-nas-maos-de-jovens-atletas

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
4.7%
20.2%
73.6%