05/09/2011 às 20h40min - Atualizada em 05/09/2011 às 20h40min

Pai faz campanha de trânsito em memória do filho

Olhar Direto
Família

Dia 29 de agosto completou dois anos da morte do bancário, Thiago Thinan Reis, 21 anos, vítima de um acidente automobilístico na Br 070, em Barra do Garças (503 km de Cuiabá). Para amenizar a dor, o pai do adolescente, o servidor público Antônio Almendes Reis resolveu compensar a perda do filho participando de palestras e campanhas em favor de um trânsito mais humano e consciente.

A contribuição dele é consiste em visitas nas escolas onde fala sobre Educação no trânsito e conta um pouco do sofrimento de sua família. “Eu conto a minha história não para chocar os jovens, mas mostrar para eles que o trânsito pode prejudicar uma família", acrescentou. Na opinião de Antônio, o trânsito somente vai melhorar com a contribuição de todos, desde de autoridades, como condutores e sociedade em geral.

Mesmo não sendo aceitas, o servidor defende que as multas sejam aplicadas como meio de repreender e organizar o trânsito. Antônio foi convidado para participar quarta-feira (31) do fórum 'Trânsito Solidário' idealizado pelo Ministério Público Estadual (MPE) quando será formalizado um termo de ajuste de conduta (TAC) com objetivo de humanizar o trânsito local.

O servidor relembra que o filho morreu quando estava de passageiro num carro que capotou de General Carneiro para Barra do Garças. "Meu filho não estava dirigindo como chegaram a dizer na época", relembra. Thiago trabalhava no Banco Bradesco e cursava o 3º de Ciências Contábeis e gostava muito de escrever.

Um dos poemas escritos por ele foi dedicado à irmã, relembra o pai.

 

Não choro, porque você me ensinou a sorrir.
Não sofro, porque você me ensinou a amar.
Não morro, porque você me ensinou a viver.
Mas se algum dia você me deixar...
Eu choro, sofro e até morro, porque a única coisa que você não me ensinou foi viver sem você.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
4.6%
19.6%
74.0%