03/12/2020 às 15h26min - Atualizada em 03/12/2020 às 15h26min

Eleição para Pró-Reitoria da UFMT de Barra do Garças será sexta dia 4/12 com voto virtual

Quatro candidatos concorrem ao cargo para gestão de 2021 a 2024 e eleitores vão votar por uma plataforma disponibilizada pela instituição

Araguaia Notícia


A eleição para pró-reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no campus Araguaia de Barra do Garças foi adiada para sexta-feira, dia 4/12, para dar mais tempo e oportunidade dos quatro candidatos divulgarem suas propostas junto ao eleitorado formado por alunos, técnicos-administrativos e professores.

O processo eleitoral tem como novidade a opção de voto virtual. Alunos, professores e técnicos podem votar de casa acessando uma plataforma disponibilizada pela UFMT onde entram com RG e CPF e podem votar.  A votação será realizada das 9 às 23 horas, pelo horário de Brasília, voto em urna eletrônica e a apuração será no sábado dia 5/12 conforme edital

Concorrem nesta eleição quatro candidatos: Antônia Ieda, Fernando Pedroni, Lennie Bertoque e Rodrigo Azevedo. O mandato é de quatro anos de 2020-2024.

Vale destacar que cerca de dois mil alunos estão aptos e podem votar representando 33% dos votos do eleitorado do campus; 70 técnicos mais 33% e um pouco mais de 200 professores que totalizam outros 33% dos votos.

O campus de Barra do Garças tem como pró-reitor, o professor Paulo Jorge da Silva. Um dos pleitos do campus é conquistar o curso de medicina para região do Vale do Araguaia e buscar a criação da universidade federal do Araguaia como já ocorreu com a cidade de Rondonópolis.

O processo eleitoral está de pró-reitor da UFMT/ Araguaia está sendo acompanhado por uma comissão formada por professores, técnicos e alunos: (Professores): Ayane de Souza Paiva; Graziele Borges de Oliveira Pena; Ludier Kesser Santos Silva; Frederico Jorge Saad Guirra (suplente); e Ana Paula Sacco (suplente): (Técnicos-Administrativos): Leandro Henrique Sousa de Santana; Maria de Fátima Freitas Oliveira; Suelene Ananias da Silva; Fabiana Helen da Silva (suplente) e Aliny Aparecida Lopes Ribeiro (suplente); (Professores): Daniely Kunrath; Esthefany Alves de Lima; Luana Cristina Galdino Fernandes; Ana Clara Ribeiro Guimarães (suplente) e Flávia Luiz Giordano (suplente). 

Acompanhe logo abaixo as plataformas para votação: 
 

votação terá início às 09 horas e encerrará às 23 horas do mesmo dia (Horário de Brasília). As urnas serão separadas por categoria e estarão disponíveis nos links abaixo:

URNA PARA DISCENTES: https://evotacao.ufmt.br/helios/e/cua-pro-reitoria-campus-discentes/vote

URNA PARA DOCENTES: https://evotacao.ufmt.br/helios/e/cua-pro-reitoria-campus-docentes/vote

URNA PARA TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS: https://evotacao.ufmt.br/helios/e/cua-pro-reitoria-campus-tecnicos/vote

Para votar, basta acessar a urna da Categoria à qual pertence.

IMPORTANTE:

Todos os membros da Comunidade Acadêmica que utilizam o Portal de Sistemas Integrados (PSI) da UFMT utilizarão o CPF e a senha do Portal para depositar sua cédula na urna.  Em caso de ter esquecido a senha ou de ela ter expirado, será possível recuperá-la no próprio Portal.

Se o usuário perdeu acesso ao e-mail cadastrado para recuperação de senha, ainda será possível enviar um e-mail para [email protected], com documento com foto e um novo endereço de e-mail para recuperação de senha.

SERVIDORES APOSENTADOS: Certifique-se de que você tenha acesso ao Portal de Sistemas da UFMT com o seu CPF. Caso não tenha acesso, clique em https://evotacao.ufmt.br/ajuda/aposentado/ e siga as instruções do Manual do Sistema.

ATENÇÃO!

O Sistema e-Votação da UFMT permite que você deposite cédulas na urna quantas vezes desejar. Como estamos tratando de uma eleição online, o eleitor não vai a um local específico e de acesso restrito para votar, logo pode estar acompanhado de outras pessoas ou observadores. Esta funcionalidade da solução Helios Voting é para mitigar os riscos de coerção, permitindo que o eleitor possa alterar o seu voto posteriormente, caso tenha sido pressionado a uma escolha anterior. Por ser uma característica nativa do sistema Helios Voting, diversas instituições que utilizam o sistema mantém esta funcionalidade ativada em suas eleições e a STI/UFMT também optou em manter para não alterar o protocolo original do sistema.

Portanto, esclarecemos que na UFMT todos os eleitores poderão votar quantas vezes quiserem, porém, apenas o último voto será utilizado na apuração, sendo todos os demais votos descartados. Destacamos que cada eleitor continua tendo direito a apenas um único voto, o que pode ser confirmado pelo próprio eleitor por meio do rastreador de cédula, que é gerado de forma única para cada voto e enviado para o email do votante.

Fonte: https://evotacao.ufmt.br/ajuda/

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%