03/12/2020 às 12h26min - Atualizada em 03/12/2020 às 12h26min

Ao completar 57 anos, General Carneiro se torna um dos 'gigantes' da produção de algodão de MT

Araguaia Notícia + Semana 7
Reprodução
General Carneiro, município de cerca de 5.592 pessoas, completa 57 anos nesta quinta-feira (3) sendo um dos maiores produtores de algodão em Mato Grosso.

A cidade está em primeiro no ranking estadual ao lado de de Sapezal e Torixoréu, com 4.500 quilos por hectare plantado.

O município ainda ganha destaque por sua produção de milho (142,7 mil toneladas) e soja (179,86 mil toneladas), além de, em menor escala, cana-de-açúcar, feijão e mandioca. Possui ainda um rebanho bovino com 86,1 mil cabeças, das quais 1.266 vacas ordenhadas e 1,14 milhão de litros de leite; rebanho galináceo com 15,7 mil cabeças, e suíno, com 3 mil cabeças.

Além da economia proveniente do agronegócio, a cidade está em fase de desenvolvimento urbano, com obras de pavimentações durante todo mandato do prefeito reeleito Marcelo Aquino.

Histórico

O território do município de General Carneiro foi habitado previamente por parte do povo indígena bororó. Ainda hoje, essa parte do povo bororó vive no município, na Área Indígena Merure. O povo xavante que também ocupou parte do território do município, vive atualmente na Área Indígena Sangradouro.

A primeira pessoa que se tem notícia de fixação na região de General Carneiro foi o major Catarino, em meados do século XIX. O lugar recebeu a denominação de Barreiro Grande. O nome provinha das imensas poças d' água, que, ligadas entre si, formava grande lamaçal, ou barreirão, tratando-se de uma referência geográfica.

A região cresceu com a chegada de garimpeiros proveniente da região dos atuais municípios de Guiratinga e Tesouro, com suas respectivas famílias. A corrutela garimpeira assentou-se à margem esquerda do barreirão, exatamente onde passava a estrada carroçável, mais tarde a BR-70, que demandava de Cuiabá até Vila Boa de Goiás, aberta ainda no século XVIII. Nesta época o território da incipiente povoação era jurisdicionado ao município de Cuiabá.

A cidade foi criada como distrito pela Lei nº 1.158 de 18 de novembro de 1958, incorporado a cidade de Tesouro e sendo elevado a município em 3 de dezembro de 1963.
Notícias Relacionadas »
Comentários »