03/12/2020 às 10h58min - Atualizada em 03/12/2020 às 10h58min

Surge mais uma vítima do estuprador que abalou Barra do Garças

Antes de abusar de mãe e filha na Barra onde matou a mãe na sequencia, o acusado teria estuprado outra mulher na cidade de Primavera

Araguaia Notícia
A partir do excelente serviço realizado pela Polícia Civil e com a divulgação da imprensa estão aparecendo mais vítimas do acusado de estupro Jeferson conhecido Todinho, de 33 anos, que aterrorizou a cidade de Barra do Garças, ao cometer um duplo estupro contra mãe (30 anos) e filha (11 anos) seguido do assassinato da mãe que foi estrangulada.

Após acompanhar reportagens do site Araguaia Notícia sobre o caso, uma mulher de 24 anos tomou coragem e procurou a polícia para relatar que também foi vítima do mesmo criminoso, que usou o mesmo método de perversidade sexual, cujo teria acontecido no dia 2 de novembro, feriado de finados, na cidade de Primavera do Leste-MT.

A mulher que ficou desorientada após o estupro, e claro com vergonha e medo, ficou sem saber se ia ou não na delegacia. Ela decidiu procurar justiça depois que tomou conhecimento do que o Todinho tinha feito na Barra e que tinha sido preso no dia 27/11.  

A vítima de Primavera explicou que ficou sabendo deste segundo crime pela imprensa e que quando viu as imagens do elemento não teve dúvida que seria a mesma pessoa. A mulher contou que morava com esposo perto de uma meia-água onde estava ficando o acusado.

E que no feriado, o marido saiu para trabalhar numa construção e o criminoso se aproveitou para ataca-la. Ele rapidamente a dominou e usou também de um tecido para amarrá-la e ainda encostou um pano na boca dela com alguma substancia para dopá-la. A partir daí, ele abusou da vítima por várias horas e depois fugiu. O elemento ainda levou um aparelho de última geração da vítima.

A mulher disse que ficou muito assustada e sem saber o que fazer. Mas ao tomar conhecimento pela imprensa de que ele havia voltado a atacar em Barra do Garças, ela decidiu denunciar o crime que sofreu. A vítima já foi ouvida em Primavera do Leste.

Todinho foi preso após um dos casos de maior repercussão em Barra do Garças destaca o site Araguaia Notícia. No dia 21/11, ele entrou na casa de uma mulher de 30 anos, no bairro Santo Antônio, que estava com a filha. Na oportunidade, ele abusou sexualmente das duas e assassinou a mãe alegando que ela tinha o reconhecido.

Na sequência, graças a um brilhante trabalho da Polícia Civil, foi possível não só identificá-lo mas como prendê-lo na porta de um banco na cidade de Nova Xavantina. Após ser ouvido, o estuprador já está no presídio de Água Boa à disposição da Justiça.  

A polícia não descarta que mais vítimas possam surgir do mesmo acusado.


Notícias Relacionadas »
Comentários »