26/10/2020 às 15h14min - Atualizada em 26/10/2020 às 15h14min

MT registra aumento de 36% no número de feminicídios

Estado registrou 45 feminicídios entre janeiro e setembro deste ano.

G1 MT
Foto: Sesp-MT

Mato Grosso registrou 45 feminicídios entre janeiro e setembro deste ano. O número é 36% maior do que o mesmo período do ano passado, quando 33 mulheres foram mortas. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Superintendência do Observatório de Segurança Pública. 

 

Conforme o levantamento, entre os principais crimes praticados contra as mulheres, entre 18 e 59 anos, constam a ameaça, com 13.277 ocorrências; lesão corporal, com 6.974 registros; injúria, com 3.703; difamação, com 1.878 e calúnia, com 1.111 casos. 

 

Apesar disso, todos estes índices apresentaram redução, variando de 9% no caso de lesão corporal até 25%, no caso de difamação. 

 

O número de estupros teve aumento de 1%. Neste ano, 292 estupros foram registrados no estado, enquanto em 2019 foram 288 ocorrências desta natureza. 

 

De acordo com a Sesp-MT, paralelo a este dado, houve uma diminuição de 26% no número de homicídios dolosos praticados contra mulheres, já que este ano foram 25 registrados contra 34 do ano passado. No entanto, se somados os dados de feminicídios e homicídios dolosos, 70 mulheres foram assassinadas no estado, número 4% maior do que em 2019, quando houve 67 mortes. 

 

As tentativas de homicídios de mulheres também apresentaram redução de 20%. Este ano houve 174 casos e em 2019 este número chegou a 218 ocorrências registradas.  

 

Denuncie 

Para denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher existem os telefones de emergência 180, 181, 190 e 197. Lembrando que todas as denúncias são sigilosas. 
 

 

Ainda em Barra do Garças existe a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, localizada na rua Carajás, 1156 no centro da cidade, para mais informações pode ser contatado o telefone (66) 3401-1388.  
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
4.5%
20.0%
73.9%