23/10/2020 às 15h25min - Atualizada em 23/10/2020 às 15h25min

Para onde foi o meu dinheiro? Confira o novo golpe do Auxílio emergencial e saiba como conseguir seu dinheiro de volta

Bruna Priscila
R7 ; Tecnoblog; Caixa Econômica Federal e Araguaia Noticias
O Auxílio Emergencial que é destinado aos trabalhadores que tiveram sua renda afetada durante a pandemia do novo coronavírus, tem ajudado muitas famílias nesse momento de pandemia e crise financeira.

Muitas pessoas perderam empregos, e ficaram apenas com a renda do auxílio, porém tem individuo agindo de má fé e sacando o benefício antes do beneficiário, quando a vítima vai consultar a conta leva um susto, pois outra pessoa conseguiu seus dados e sacou o dinheiro.
 
Para onde foi o meu dinheiro?
 
Essa é a pergunta que não quer calar, uma moradora do município de Barra do Garças-MT, procurou o jornal Araguaia Noticia, para falar que outra pessoa que ela não conhecia, só sabia que era do Paraná, tinha sacado seu auxilio emergencial no valor de 300 reais, e que ela não fazia ideia como essa pessoa conseguiu fazer isso, pois ela tem dificuldades em acessar sua conta, sempre demora para receber o benefício e essa pessoa nem esperou o benefício ser transferido para a conta pessoal e já conseguiu efetuar o saque.

O benefício dela estava liberado para saque dia 15 de outubro, e seria transferido para conta pessoal, e ela conta que a pessoa que sacou o dinheiro conseguiu sacar dia 06 de outubro, ela viu que o prefixo era 43, do Paraná.

Ela foi até uma agência da Caixa e perguntou para o gerente, porque ela que é dona da conta não consegue acessar o caixa tem, não consegue fazer uma senha e uma pessoa estranha que ela nem conhece conseguiu?

Como ela não tinha acesso ao aplicativo Caixa Tem, eles bloquearam o mesmo e pediram para ela ir até a delegacia prestar queixa.
 
Segundo tecnoblog, o golpe envolvendo o Auxílio Emergencial permite que invasores acessem a Poupança Social Digital pelo app Caixa Tem e altere os dados cadastrais (e-mail, telefone e senha) do beneficiário, para trocar a conta de depósito dos R$ 600 que atualmente é 300 reais.
 
Caso tenha sido alvo dessa fraude, a Caixa recomenda ir até agência fazer contestação para ter o dinheiro de volta.

Já o site R7, a Caixa informou que a área de segurança do banco realiza o monitoramento e mapeamento de ocorrências em colaboração com os órgãos de Segurança Pública para coibir eventuais ocorrências de fraude.

Se o cliente notar que ocorreu alguma fraude, deve fazer uma contestação pessoalmente em qualquer agência da Caixa.
Para os casos em que houver eventual comprovação de saque fraudulento, o beneficiário será ressarcido.

Como fazer a contestação?

✅ O cliente deve registrar Boletim de Ocorrência junto a autoridade policial e abrir processo de contestação em qualquer agência da Caixa. 

✅ A Caixa fará a análise da contestação e adotará as providências necessárias. Segundo o banco, o processo é avaliado no menor prazo possível, sendo que os beneficiários são devidamente ressarcidos quando é comprovado o saque fraudulento. A agência da Caixa entrará em contato com o cliente e estará à disposição para acompanhamento da solicitação e informações.

Como se prevenir de fraudes e golpes?

A Caixa informou, por meio de nota, "que o volume de fraudes é extremamente baixo frente aos volumes envolvidos, estando dentro do nível de segurança planejado para o processo e que tem uma equipe especializada com dedicação exclusiva para monitorar e prover alto nível de segurança para os serviços digitais, sendo atualmente o celular o canal mais seguro para a realização de transações."

Segundo o banco, as maiores fragilidades de segurança hoje estão nos acessos, realizados pelos próprios usuários, de sites, mensagens ou aplicativos falsos.

Para evitar cair nesses golpes e ter dados roubados, é importante que o cidadão se utilize única e exclusivamente dos canais oficiais da Caixa ou do Governo para buscar informações e acessos aos serviços.

Nesses meios são utilizados vários fatores complementares de segurança baseados em informações, código de verificação, além do próprio dispositivo para garantir o devido nível de segurança do processo, assim, podemos garantir que ao utilizar os aplicativos oficiais da Caixa as informações e transações dos clientes estarão seguras.

O banco esclarece ainda que não envia SMS com link. Para se assegurar que as transações dos clientes sejam feitas com segurança, a Caixa utiliza diversos recursos para proteger as contas e operações financeiras. Mas apesar dos dispositivos de segurança nas plataformas digitais do banco, o cliente deve estar sempre atento a qualquer atividade e situação não usual, e principalmente não clicar em links recebidos por SMS, WhatsApp ou redes sociais para acesso a contas e valores a receber, desconfiando de informações sensacionalistas e de “oportunidades imperdíveis”.
 
Tentativas de contato são fraudes
 
O banco reforça que qualquer tentativa de contato com o cidadão pode ser caracterizada como tentativa de fraude e deve ser desconsiderada, bloqueada e reportada aos órgãos fiscalizadores competentes.

Segundo a Caixa, os criminosos se utilizam das seguintes "iscas" para conseguir acesso aos dados das pessoas:

- Aplicativos sobre o Auxílio Emergencial e Coronavírus não oficiais (do governo);
- Registro para receber vacina, álcool em gel, máscaras e outros produtos;
- Agendamento de testes da covid-19 e outros.
- Links no WhatsApp e SMS que prometam coronavoucher; álcool gel; vacinas e medicamentos; agendamento de auxílio emergencial.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.8%
83.7%