19/10/2020 às 09h38min - Atualizada em 19/10/2020 às 09h38min

Dia “D”, campanha de Vacinação vai até o dia 30 de outubro.

Governo do Brasil
Governo Brasileiro
Mais de 40 mil postos ficaram abertos em todo o país neste sábado (17), para o “Dia D” de mobilização da Campanha Nacional de Multivacinação, do Ministério da Saúde, com foco na atualização das cadernetas e na prevenção da poliomielite. As unidades seguirão todos os protocolos de segurança para evitar contágio da Covid-19.

A administração das vacinas será feita em locais abertos e ventilados, segundo o ministério os postos vão disponibilizar álcool em gel e locais para lavagem das mãos, além de realizar a triagem de pessoas que apresentam sintomas respiratórios. O órgão orienta, ainda, para que apenas um familiar acompanhe a pessoa que será imunizada para evitar aglomeração.

Quem não puder ir a uma unidade neste sábado, tem até o dia 30 de outubro para atualizar as vacinas. A meta é imunizar 11,2 mil crianças de um ano a menor de cinco anos de idade contra a poliomielite, além de atualizar a caderneta dos menores de 15 anos em todo o país, até o fim da campanha.

O “Dia D” faz parte do Movimento Vacina Brasil para aumentar a cobertura vacinal no país. “O Movimento Vacina Brasil procura ampliar as coberturas vacinais, resgatar o sentimento de segurança dos pais e responsáveis em relação aos filhos e desmitificar as fake news", explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

O Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, oferece, atualmente, 18 vacinas para crianças e adolescentes, incluindo a cobertura de diversas doenças como sarampo, febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B.

“É muito importante que os pais e as mães levem suas crianças no posto. Precisamos manter a carteira de vacinação em dia para garantir o futuro do nosso país. É muito importante que consigamos manter a cobertura vacinal das nossas crianças e adolescentes. Temos um programa nacional de imunização que cobre todo o país com todas as vacinas necessárias”, alertou a vice-diretora de qualidade de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Rosane Cuber.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
5.1%
18.9%
74.4%