13/10/2020 às 16h12min - Atualizada em 13/10/2020 às 16h12min

Outubro Rosa: Conheça a história da Maria Lucia, que atualmente luta contra o câncer de mama

Lucia da pão de queijo uai, luta contra o câncer de mama, e está precisando da sua ajuda para continuar lutando contra essa doença.

Bruna Priscila
Maria Lucia da pão de queijo uai

Maria Lucia, mais conhecido como Lucia da Pão de queijo uai, está passando por uma luta, e precisando da ajuda da população. Ela mora em Barra do Garças e atualmente está fazendo tratamento em Goiânia. 
O mês de Outubro, tem a campanha "Outubro Rosa"que o objetivo é compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, câncer do colo do útero, promovendo a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade. 

Conheça a história da Maria Lucia

Lucia da padaria pão de queijo ua,i é uma mulher independente que sempre lutou para alcançar seus objetivos, hoje ela está com 39 anos, mais quando ela suspeitou que estava com câncer ela tinha 36 anos. Ela teve que deixar a padaria para cuidar da saúde, e segue firme na luta contra o câncer de mama.

Em 2017 ela descobriu um nódulo na mama e foi em Goiânia para saber o que estava acontecendo, ao passar pelo médico, ele a diagnosticou como uma infecção nas glândulas mamarias. Ela fez vários exames e entregou para o médico, que confirmou se tratar de apenas uma infecção, Lucia então voltou para Barra do Garças.

Descoberta do Câncer

O tempo foi passando, e ela nunca deixou de apalpar suas mamas, principalmente ao deitar. Ela relatou que em um dia ao ir para cama, foi apalpar suas mamas como de costume e sentiu um pequeno caroço no ceio esquerdo e ele foi evoluindo rapidamente.

Seu esposo, preocupado, marcou uma consulta no mastologista em Barra do Garças, com o Doutor Pablo. Ele analisou e pediu um exame mais profundo porque debaixo das axilas também tinha uns nódulos, feito isso, ele pediu uma biópsia.
Com sete dias a biopsia chegou e ela retornou ao mastologista para pegar o resultado. E foi nesse dia que Maria Lucia descobriu que estava com Câncer e que iria passar por uma cirurgia.

O médico pediu para ela entrar em contato com um cirurgião, para ele falar que tipo de cirurgia ela teria que fazer e o tratamento. O doutor Pablo, sugeriu encaminhá-la para Cuiabá ou Barretos.

Lucia conta que no momento que recebeu a notícia, não caiu a ficha, pensou na sua família e nos familiares que já tiveram câncer e morreram. Ela citou seis pessoas dentre elas sua minha mãe, tio e tia.
Apesar da notícia em nenhum momento ela se deu por vencida ou pensou em desistir, pelo contrário pensou positivo, mesmo sabendo que ia ser difícil, ela levantou a cabeça e seguiu sempre com o pensamento de vencedora.  

- A minha história é diferente, eu vou fazê-la diferente. E sempre com Deus na frente. Não podemos abaixar a cabeça, tem que pensar positivo e pensar em vencer, porque fácil não é.

Tratamento

“Quando começou o tratamento ela pensou
- Ah, vai ser só uma cirurgia e beleza!
Ela foi para Goiânia-GO fazer o tratamento, Cuiabá ela não queria ir, por causa da mãe que fez o tratamento lá e faleceu, e Barretos era longe. Então ela foi para o hospital Araújo Jorge em Goiânia, e tudo deu certo por lá. Lucia contou que sentiu que Deus tinha preparado aquele lugar para ela, pois tudo estava dando certo.

O médico que a atendeu analisou a mama para saber que procedimento fazer, a princípio ele falou em tirar um quadrante da mama, depois de uma nova avaliação, ele constatou que teria que tirar todo o ceio, pois ele estava todo comprometido.
Nas axilas também tem uns linfomas bem grandes que estão bem agressivos e em baixo tem vários nódulos pequenos. Então tem que tirar os linfonodos do seu braço e retirar a mama, disse o cirurgião.
Lucia agendou a cirurgia, e 15 dias depois foi aprovada.  Uma serie de exames foram feitos no particular, porque pelo SUS (Sistema único de Saúde) demora muito e câncer não espera.

Ela começou esse tratamento no mês de março do ano corrente, e após a cirurgia ser aprovada, ela fez e foi um sucesso. Após a cirurgia começou a fisioterapia, ela conta que foi o processo que ela sofreu mais, e que muitas mulheres por não aguentar a dor, acabam perdendo o movimento do braço. Um mês e meio de fisioterapia para romper os nervos e soltar o braço para voltar o movimento. Foram 6 meses de procedimento ao todo, agora ela está fazendo a quimioterapia em Goiânia, devido aos efeitos colaterais, ela vem para Barra do Garças até ficar melhor. Só retornando para passar pela consulta com o médico, para ver como está a imunidade para prosseguir com a quimioterapia. Após isso ela liga no hospital e agenda para poder faze-la. É um processo trabalhoso mais que vale cada segundo para continuar vivendo.

- É uma luta, eu creio na minha cura e vou vencer tudo isso, é só uma fase. E sou muito grata por todos os amigos que tenho, é na doença que vemos quantos amigos temos. E eu pensava que tinha amigos, mais hoje vejo que tenho bem mais que amigos, eles se tornaram da família. Eles sempre estiveram ao meu lado, sou muito grata por cada um que me ajudou e por cada um que está me ajudando, a palavra que tenho hoje é só gratidão.

Na sexta-feira (09/10), teve uma ação na Padaria pão de queijo uai, que todas as vendas seriam destinadas ao tratamento da Lucia.
Quem não comprou e quiser ajudar, pode estar depositando na seguinte conta:
Caixa econômica federal
Ag: 1308
Op: 013
Conta poupança: 00000295-9
Wesley Araujo Silvestre

Ou Banco do Brasil
AG 1317-X
C/C 27150-0
Wesley Araújo Silvestre
Mª Lucia agradece a todos que contribuíram e que ainda estão ajudando a vencer essa luta contra o câncer de mama.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

2.2%
4.3%
19.4%
74.2%