05/10/2020 às 21h07min - Atualizada em 05/10/2020 às 21h07min

Homem é preso por bater em cachorra de esposa com uma vara

Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA
Um homem, cujo nome não foi revelado, foi preso por maltratar uma cachorra de sua esposa com uma vara no município de Olímpia (a 1145 km de Cuiabá), nesta segunda-feira (5). Desde a última terça-feira (29), foi sancionada uma lei que aumenta a pena para quem maltrata gatos e cachorros, podendo pegar até cinco anos de prisão.

Segundo informações, o suspeito maltratou o animal de sua esposa com uma vara. Diante dos fatos, ele foi denunciado e posteriormente encaminhado para uma delegacia de polícia para o cumprimento de procedimentos padrões.

Não há informações sobre o estado de saúde físico da cadela, apenas que o animal está traumatizado e não deixa sequer a dona chegar perto dela. Sempre quando alguém se aproxima, o animal recua e se esconde.

A nova lei sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) amplia a prisão para dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda. Anteriormente, a lei determinava entre três meses e um ano, além da multa. O cumprimento do regime pode ser aberto, semiaberto e fechado em penitenciárias de segurança média e máxima.

Em meio à pandemia da covid-19, aumentaram os registros de denúncias de maus-tratos a cães e gatos, segundo relatos de organizações não-governamentais de defesa e proteção animal. De acordo com a Delegacia Eletrônica de Proteção Animal (DEPA) (via Agência Brasil), somente em São Paulo essas denúncias de violência contra animais apresentaram aumento de 81,5% de janeiro a julho de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
4.7%
20.2%
73.6%