06/12/2013 às 14h51min - Atualizada em 06/12/2013 às 14h51min

Campanha de medula óssea atinge mais de 1.500 participantes e consegue doador

Olhar Direto
Olhar Direto

A segunda etapa da campanha para obter doadores de medula óssea na divisa de Mato Grosso e Goiás conseguiu mais 304 candidatos que fizeram o teste que se unem aos mil e duzentos da primeira etapa, totalizando 1.523. O aspecto positivo veio ao final com a informação de que uma pessoa, 1ª etapa, de que uma pessoa passou no teste de compatibilidade e poderá doar medula para o transplante de um paciente inscrito no cadastro nacional (Redome).

A organizadora da campanha, Nádia Andrade, ficou satisfeita com a notícia. Ela faz tratamento contra leucemia e teve a idéia de convidar o Hemocentro de Goiânia para fazer uma coleta no interior na cidade de Aragarças-GO divisa com Barra do Garças.

Havia uma expectativa de que mais pessoas iriam participar tanto é que os técnicos do Hemocentro trouxeram 1.400 kits. O teste consiste em tirar uma amostra de sangue de cada pessoa para depois ser avaliado em Goiânia. Na primeira etapa, a campanha bombou com a participação de mil e duzentas pessoas e uma delas conseguiu compatibilidade de doação.

“Quero agradecer imensamente às 304 pessoas que estiveram presentes se cadastrando como doadores de medula óssea durante todo o dia na escola José Nogueira. Infelizmente não alcançamos este objetivo, mas fiquei muito feliz pelos 304 que tiraram um tempo de suas vidas para ajudar a quem precisa e o fato de ter conseguido um doador compatível na primeira etapa” explica Nádia.

A jovem barra-garcense agradeceu também o apoio das prefeituras de Barra do Garças e Aragarças no evento. Com duzentos milhões de habitantes, o Brasil tem somente três milhões de doadores cadastrados no Redome (cadastro nacional) e existem mil e duzentos pacientes aguardando um transplante de medula óssea no país. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »