04/12/2013 às 00h12min - Atualizada em 04/12/2013 às 00h12min

Beto Farias tranquila população que julgamento não afeta eleição de prefeito

Araguaia Notícia
Araguaia Notícia

O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias (PSD), tranquilizou a população de que o julgamento que houve na noite de terça-feira (3) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) era referente ao pleito de 2010 e não interfere no mandato de prefeito conquistado pelo social-democrata em outubro do ano passado. Com esta decisão Beto se mantém no cargo já que a pena de três anos prescreveu em 03 de outubro de 2013.

“A condenação de inegibilidade de três anos refere-se à eleição de 2010 quando tive o meu diploma de suplente de deputado federal suspenso, portanto eu já punido”, pondera Beto.

Ele lembra que na campanha de 2010 foi denunciado pelo candidato a deputado estadual Cândido Teles, apoiado pelo ex-prefeito Wanderlei Farias (PR), pelo fato de ter dado uma entrevista sobre as ameaças sofreu e o atentado a bomba que tentaram contra o comitê dele.

“O prefeito continua no cargo e pode inclusive disputar as eleições do ano que vem se quiser, hoje ele está elegível, já que foi negado o pedido para aumento do período de inelegibilidade, hoje não se discute a cassação do prefeito, pois o registro de candidatura de 2012, foi transitado e julgado, inclusive o prazo para entrar com ação de cassação de diploma já prescreveu, portanto, a população pode ficar tranquila que o prefeito continua no cargo”, destacou o advogado Dr. Roberto Vilela.

Roberto lamentou o uso político do julgamento por adversários. “Este grupo vem tentando de várias formas me prejudicar a vários anos, da mesma forma que fizeram com o meu pai Wilmar Peres, eles não medem consequências, não se preocupando com o bem estar da população e o desenvolvimento de Barra, mas a resposta vamos dar com muito trabalho, afinal, foi para isso que fomos eleitos.”, frisou o prefeito de Barra.

Nesta quarta ferira (4), Roberto lançará a programação de natal, réveillon e carnaval de 2014. O social democrata foi eleito com 14.238 votos numa eleição com cinco candidatos, obtendo umas das maiores votações da história de Barra do Garças.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »