06/09/2020 às 19h05min - Atualizada em 06/09/2020 às 19h05min

Nova cédula de R$ 200 já circula em Mato Grosso

O lançamento da cédula tem por objetivo diminuir as transações feitas com dinheiro vivo

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
A nova cédula de R$ 200 já está circulando em Mato Grosso. Essa é a sétima cédula da família de notas do real. O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção, até dezembro, de 450 milhões de cédulas do novo valor em todo o país.

Conforme informações do Banco do Brasil, a cédula, que traz estampada a imagem de um lobo-guará, está disponível em caixas eletrônicos do Coxipó, da Dom Bosco, Miguel Sutil, Goiabeiras em Cuiabá e em Várzea Grande, na agência da Avenida Júlio Campos.

Ainda de acordo com informações, o banco envia a quantidade de cédulas necessária para atendimento da demanda de cada local.

Para o caso de cédulas falsas, o Banco Central orienta em seu site os procedimentos a serem adotados para identificação das cédulas suspeitas e o que fazer em caso de recebimento.

O lançamento da cédula tem por objetivo diminuir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda. Ao mesmo tempo, contudo, a nova quantia suscita dúvidas sobre sua liquidez: haverá enorme dificuldade de fazer troco, em especial para compras em comércios menores.

O novo valor é o primeiro em 18 anos, mas as cédulas passaram por remodelação nos anos 2010.

Itens de segurança

Na cédula de R$ 200, segundo o BC, optou-se pela manutenção de elementos de segurança já existentes nas cédulas da segunda família do real:

o número que muda de cor, que muda do azul para o verde, com uma faixa brilhante parecendo rolar para cima e para baixo, ao se movimentar a nota;

a marca-d’água, que apresenta o valor da nota e a imagem do animal;

o número escondido, que aparece quando a nota é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos;

o alto-relevo, em diversas áreas na frente e no verso da nota.

Lobo-guará

O animal escolhido para a nova nota, o lobo-guará, foi o terceiro colocado em uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2000.

A instituição perguntou à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro.

O primeiro lugar foi a tartaruga marinha, usada na cédula de R$ 2. O segundo, o mico leão dourado, incorporado na cédula de R$ 20.
Notícias Relacionadas »
Comentários »