31/08/2020 às 08h25min - Atualizada em 31/08/2020 às 08h25min

Mulher é dopada e estuprada em Barra do Garças; acusado é preso pela Polícia Civil VEJA VÍDEO

O acusado aproveitou que a vítima estava praticamente inconsciente num quarto de uma casa onde tinha um festinha

Araguaia Notícia + PJC/MT


Na madrugada de domingo (30/8), uma equipe de plantão da Polícia Civil ao tomar conhecimento de crime de natureza sexual cometido em Barra do Garças, em princípio Estupro, tomou as providências iniciais de buscar com a vítima as informações necessárias.

E com colaboração de testemunhas dos fatos, a qualificação e paradeiro de quem que teria praticado violência sexual em desfavor de vítima, uma mulher de 30 anos cujo crime foi cometido numa festa.

Os policiais foram atrás e conseguiram lograr êxito em prender o criminoso e buscar os necessários elementos de informações do flagrante em desfavor do acusado. Fatos que pela natureza sexual correm em segredo de justiça.

O crime fora cometido muito por conta que a vítima estava sob efeito de álcool e também teria, segundo informações de testemunhas, usado droga do tipo cocaína em uma festa promovida em desacordo com as normas de prevenção do COVID, com a aglomeração de mais de 20 pessoas, tendo a vítima mulher sido encaminhada para o Pronto Socorro diante da situação que se encontrava, desmaiada, a necessitar de atendimento médico para seu restabelecimento.

Os fatos infelizmente aconteceram em festa particular, diante da situação de vulnerabilidade referida, já que a vítima teria feito uso abusivo de substâncias lícitas e ilícitas, e pelos fatos apurados em diligências policiais, perícias realizadas e oitivas de testemunhas e da vítima, segundo declarações desta prestadas a Autoridade e Escrivã do ato, a mulher afirmou que não teria condições de consentir ao ato criminoso de natureza sexual, bem como não teria qualquer envolvimento anterior com o autor e não consentiria nada com o mesmo independentemente da situação, dada sua opção sexual, bem como o autor se aproveitou da situação que esta se encontrava desacordada em um quarto da casa, e o criminoso se aproveitou da situação e manteve relação sexual não consentida, pois esta não teria condições de oferecer qualquer resistência.

Assim fica nosso alerta para todos dos perigos do uso abusivo de bebidas, bem como do uso ilícito das drogas em festas de qualquer natureza, que podem levar as pessoas a situações de vulnerabilidade que infelizmente diante dos fatos possam vir a ser vítimas de diversos crimes, desde os de natureza patrimonial como furtos, até crimes de natureza sexual, como estupro que possa ser cometido contra homens e mulheres.

A Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças afirma seu compromisso com a Segurança Pública de nossa população e busca agir com profissionalismo, respeito ao cidadão e apresentar resultados das ações policiais desenvolvidas!
Por fim ressaltamos a importância do trabalho em equipe de nossos Investigadores, escrivães e delegados no cumprimento de nossa missão constitucional, a qual juramos defender o cidadão com o risco de nossa própria vida.



VEJA VÍDEO 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
5.3%
18.3%
75.1%