25/08/2020 às 07h06min - Atualizada em 25/08/2020 às 07h06min

Fiscalização flagra festinhas em chácaras com narguilé, bebida e aglomeração em Barra do Garças

Durante mais um fim de semana movimentado na cidade, a fiscalização esteve atuando combatendo as aglomerações devido a pandemia

Araguaia Notícia


A fiscalização continua firme para evitar aglomerações em Barra do Garças no leste de Mato Grosso e duas festas com aglomerações foram finalizadas com a participação dos fiscais da Defesa Civil, Vigilância Sanitária e Força Tática da Polícia Militar.

As duas festas nas chácaras foram flagradas ainda na noite de sábado (22/8) com os fiscais recebendo denúncia de uma festinha numa estancia onde estavam 21 pessoas, oito carros e uma moto. O responsável pelo evento foi notificado e imediatamente a festa parou.

Os jovens foram aconselhados a retornarem para casa devido a pandemia. Muitos estavam usando as mascaras de forma incorreta. A fiscalização agradeceu o apoio da Força Tática da Polícia Militar com a participação do oficial de dia da PM, o tenente Weverton que acompanhou toda essa ação.

Na sequência houve outra denúncia de festa em chácara na rodovia MT 100 no sentido Araguaiana onde acontecia uma aglomeração de jovens. Cerca de dezesseis pessoas estavam no evento e seis menores de idade. O responsável pelo evento também foi notificado. Lembrando que as multas são em torno de 3 mil reais.

E nesta festa da chácara sentido Araguaia estava rolando também uso não só de bebidas, mas como também de narguilé.

A fiscalização prosseguiu no domingo (23/8) com os fiscais comparecendo nas praias Bosque (Nova Barra), Toledo (Jardim Toledo), Praia da Rapadura (São Benedito), Córrego Lajedo, Cachoeira da Usina sempre atendendo as denúncias encaminhadas pelo telefone 66 9 9220 6870.

O secretário da Defesa Civil, Paulo Henrique Borges, explicou que a fiscalização continua sendo realizada em Barra do Garças atendendo as denúncias feitas no telefone da Defesa Civil. Ele pediu a compreensão da comunidade para evitar aglomerações porque a pandemia ainda não acabou e que há necessidade de manter esse cuidado definido em decretos municipal e estadual.

Lembrando que no sábado retrasado, dia 15/8, foram estudantes de medicina que desacataram a fiscalização em festas que foram flagradas sendo uma no Nova Barra onde um estudante de medicina foi detido. E no setor Dermat onde treze médicos ‘residentes’ estavam fazendo uma festinha. Os jovens ficaram chateados com a fiscalização, foram notificados e encerraram a festa atendendo pedido dos fiscais.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.0%
75.3%