19/08/2020 às 15h10min - Atualizada em 19/08/2020 às 15h10min

Carreta com 515 quilos de cloridrato de cocaína tomba em Barra do Garças durante apreensão da PRF e PJC

Foi numa ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil que resultaram na apreensão deste carregamento avaliado em 10 milhões de reais.

Araguaia Notícia
Uma carreta vindo de Cuiabá foi abordada na tarde de quarta-feira (19/8) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) numa operação em conjunto com a Polícia Civil no km 12 da Br 070 próximo ao curtume sendo conduzida por dois indivíduos.

No primeiro instante, os ocupantes da carreta negaram o tráfico e foram encaminhados escoltados por viaturas da PRF até o posto fiscal para pesagem e posteriormente checagem. A contagem oficial da droga terminou já na noite de quarta-feira e foram apreendidos 515 quilos de cloridrato de cocaína, avaliados em 10 milhões de reais. 

Os patrulheiros já tinham informações sobre o carregamento e perceberam também o nervosismo dos dois indivíduos que alegaram que pegaram a carreta em Cuiabá e iriam levá-la até São Paulo. Eles estavam com 4 mil reais que alegaram que seria o dinheiro do auxilio emergencial do governo federal. E quando se dirigiam para o posto da PRF a carreta tombou próximo a rotatória do Jardim Piracema. Os ocupantes não machucaram.

Mas com o tombamento a carga da carreta, a carga misteriosa, de cloridrato de cocaína, apareceu, uma droga refinada e muito cara entre as associações criminosas. A droga também tinha um simbolo de um tigre que pode ser menção a quem produziu a droga. Vários fardos com aproximadamente uma tonelada. A pesagem final será feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com apoio da Polícia Federal.

A PRF informou que esse carregamento já estava sendo monitorado numa operação conjunta com a Polícia Civil e trata-se de tráfico internacional vindo da fronteira de Mato Grosso com destino a São Paulo.

Devido ao acidente que aconteceu com o tombamento da carreta, a pesagem e a conclusão do flagrante devem demorar um pouco mais. Mas ficam aqui os parabéns a PRF pela abordagem e a importância da integração de informações.

Mais detalhes em instantes
Notícias Relacionadas »
Comentários »