13/08/2020 às 15h48min - Atualizada em 13/08/2020 às 15h48min

Secretária de Saúde afastada na operação da Polícia Federal emite nota de esclarecimento

Na versão da secretária, o dinheiro apreendido não teria relação com o trabalho dela no município

Araguaia Notícia


Na quarta-feira (12/8), a secretária de Saúde de Confresa-MT, Fernanda Santos, através dos advogados, emitiu uma nota em que apresenta a sua versão sobre o afastamento do cargo após operação da Polícia Federal. Em nota, a defesa de Fernanda, retrata o devido acontecimento e esclarece todos os pontos da investigação que circulam com nome da secretária.

A defesa da secretária de Saúde de Confresa, Fernanda Santos, vem a público esclarecer que os fatos publicados em diversos meios de comunicações relacionado operação Tapiraguaia deflagrada pela Polícia Federal no dia 12/08/2020, não referem a realidade dos fatos (segundo a versão da secretária). 

A Operação que envolveu a Secretaria de Saúde foi exclusivamente para investigação sobre compra de exames que não são realizados pelo SUS (Sistema Unico de Saúde) para pacientes do Hospital Municipal de Confresa, o mesmo foi realizado através de compra direta, ou seja com dispensa de licitação e o valor pago pela prestação de serviços desses exames laboratoriais foi de R$ 11.458,58 (Onze mil quatrocentos e cinquenta e oito reais e cinquenta e oito cerntavos). Sendo assim, cabe esclarecer que os outros valore aos quais os melos de comunicações se referem, não tem ligação com a Secretária de Satide.

Ademais cabe ainda esclarecer que os RS 60.000.00 (sessenta mil reais] não foram apreendidos na casa da secretána e tão pouco tem relação com a investigação em curso, sendo apreendido na casa de outro investigado que sequer tem relação com a Secretaria de Saúde. Conforme medida cautelar imposta, a Justiça orientou o afastamento da secretiria de saúde da função pública tão somente relacionada a procedimmentos licitatórios e contratações. 


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%