19/11/2013 às 17h53min - Atualizada em 19/11/2013 às 17h53min

Polícia investiga incêndio provocado por vândalos em escola pública

Agencia da Noticia com G1 Mato Grosso
Agencia da Noticia

Por dois dias seguidos, a Escola Municipal Antônio Clarismundo Scheffer, em Sapezal, a 473 km de Cuiabá, foi alvo da ação de vândalos. A denúncia foi registrada pela direção da unidade escolar e está sendo investigada pela Polícia Civil do município. Para atear fogo em livros e cadeiras, os criminosos usaram 15 caixas de álcool da própria escola, de acordo com a diretora da instituição, Lilhan Camilote.

No sábado (16) à noite, os vândalos, ainda não identificados, arrombaram uma sala onde ficavam guardados produtos de limpeza e furtaram 15 caixas de álcool. "Eles colocaram as caixas de álcool do outro lado do muro e depois jogaram álcool em um depósito de cadeira e atearam fogo", contou Lilhan. A escola não possui vigilante no período noturno e o alarme não teria disparado durante a ação.

No dia seguinte, também no período noturno, os criminosos invadiram a escola e incendiaram cadeiras e livros, que estavam guardados em um armário que fica na sala de aula. Segundo a diretora, eles arrombaram o cadeado do armário e os amontoou para atear fogo. Com a explosão, os vidros das janelas quebraram.

A escola também não possui câmeras de segurança. Ainda não há suspeita de quem tenha cometido o crime. "Não sabemos quem foi que fez isso. Trabalho nessa escola há 12 anos e nunca tinha visto nada parecido com isso", lamentou Lilhan. A escola possui aproximadamente três mil alunos.

A polícia informou ter aberto inquérito para apurar o crime. Testemunhas ainda serão ouvidas. "Percebe-se que foi um incêndio criminoso", afirmou.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%