02/08/2020 às 11h37min - Atualizada em 02/08/2020 às 11h37min

Grupo é preso aplicando golpe da venda de filtros de água

PM - MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Policiais militares prenderam na quinta-feira (30/7) seis suspeitos, todos do sexo masculino, pela prática de estelionato, usando como atrativo a venda de filtros de água na cidade de Denise-MT.

No carro em que os homens estavam, um Corsa branco com placa de Tangará da Serra, foram apreendidos 11 purificadores de água de dois modelos, além de sete torneiras. A abordagem do veículo ocorreu na Avenida São Paulo, uma das principais vias da cidade, logo após a comunicação da denúncia via telefone.

A unidade policial foi informada da presença de suspeitos em residências vendendo filtros de água e fazendo questionamentos que preocupavam os moradores. Além de fotografar documentos pessoais e endereços, os “vendedores” faziam visitas longas e queriam saber se o morador estava sozinho em casa, se era aposentado ou pensionista, valor da renda, entre outras informações pessoais e financeiras.

De acordo com comandante local da PM, subtenente Idoardo do Carmo Pereira, após a prisão dos suspeitos as vítimas relataram que não era um único vendedor a fazer a visita. E que enquanto um continuava conversava com o morador, “com um papo agradável e cativante”, o outro saia da casa, já levando consigo as fotos da documentação.

Esse vendedor que saia da casa estaria usando a documentação de vítima para gerar boletos e até fazer empréstimos bancários no valor de R$ 3 mil, segundo comandante do Núcleo da PM. Esse seria o valor da dívida supostamente contraída com a compra do filtro.

O subtenente Do Carmo disse que ao serem abordados pelos policiais os “vendedores” não conseguiram explicar qual era o valor do filtro e porque estavam cobrando R$ 3 mil.

No Boletim de Ocorrência das prisões foram listadas quatro vítimas, porém mais de 20 compareceram a delegacia denunciando os falsos vendedores. O subtenente explicou que decidiu levar a publico a venda suspeita de filtros usando uma emissora de rádio local e isso fez com que dezenas de pessoas fossem até a delegacia.

Os seis suspeitos e todo o material apreendido ficaram à disposição da Delegacia de Polícia de Barra do Bugres, a 44 quilômetros de Denise.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%