26/07/2020 às 09h34min - Atualizada em 26/07/2020 às 09h34min

Fiscalização atua nas rampas náuticas do Rio Araguaia para evitar aglomerações

A lei proíbe acampamentos nas margens do rio até o fim da pandemia

Araguaia Notícia
Com apoio da PM, a fiscalização flagrou muita gente desrespeitando a quarentena nas rampas e praia do Rio Araguaia


Uma força-tarefa foi montada no sábado (25/7) e domingo (26/7) entre fiscais de Barra do Garças-MT e Aragarças-GO para justamente evitar que embarcações sejam colocadas na água em plena pandemia.

Infelizmente com tudo que já foi falado sobre o risco de contaminação quando se tem aglomeração ainda há pessoas que agem de forma desrespeitosa a legislação ao próximo na divisa de Mato Grosso e Goiás.

Vários proprietários de jet-ski e barcos atravessam de Barra do Garças para Aragarças com objetivo de colocar as embarcações na água só que desta vez caíram do cavalo porque os fiscais atuaram no sábado com apoio da Polícia Militar. As fotos mostram as abordagens que foram feitas no município goiano e a maioria dos infratores já saíram dali multados.

As três cidades juntas – Barra do Garças, Aragarças e Pontal – estão chegando ao número impressionante de mil casos de Covid e infelizmente tem moradores que querem ignorar essa estatística desrespeitando a quarentena.



Em Barra do Garças houve uma alteração no decreto pelo governador Mauro Mendes e o prefeito Roberto Farias autorizando o comércio não essencial em até 50% capacidade, porém as restrições estão mantidas sobre aglomerações e festas. Aragarças também arrochou no sentido de que proprietários de sítios e chácaras as margens do Rio Araguaia que emprestarem a propriedade para festas serão autuados também.

A única maneira de evitar a propagação do vírus é evitando aglomerações.
Notícias Relacionadas »
Comentários »