24/07/2020 às 15h12min - Atualizada em 24/07/2020 às 15h12min

Menina continua na UTI em estado grave; mãe e padrasto estão na cadeia

A mulher de 23 anos foi encaminhada para Cadeia Pública Feminina, já o homem de 25 anos foi para o Anexo da Mata Grande em Rondonópolis

Agora MT
ARAGUAIA NOTÍCIA
A menina de dois anos, vítima de maus-tratos, continua internada na UTI Pediátrica da Santa Casa de Rondonópolis. Segundo as informações do hospital, o estado de saúde dela é grave.

A criança foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência na última quarta-feira (22), a princípio por estar engasgada em uma residência no Parque Universitário.

Porém, ao chegar no Hospital Regional, a equipe médica acionou a Polícia Militar. A garotinha apresentava diversas lesões no corpo como marcas de mordidas, queimaduras, costelas fraturadas e traumatismo craniano, além de estar muito desnutrida. O Conselho Tutelar foi acionado.

A mãe e o padrasto da criança foram conduzidos para 1ª Delegacia de Polícia por suspeita de maus-tratos. Após prestarem depoimentos, foram encaminhados para exame de corpo de delito no Instituo Médico Legal. A mulher de 23 anos foi encaminhada para Cadeia Pública Feminina, já o homem de 25 anos foi para o Anexo da Penitenciária da Mata Grande.

Eles afirmaram que são do Estado da Bahia, estão em Rondonópolis há três meses e que não possuem parentes na cidade.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Karla Cristina Peixoto, a partir de agora a Polícia Civil tem 10 dias para concluir o inquérito. “Estamos investigando, ouvindo testemunhas sobre os fatos e de como era a convivência do casal com a criança”, disse a delegada da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso em Rondonópolis.
Notícias Relacionadas »
Comentários »