22/07/2020 às 09h57min - Atualizada em 22/07/2020 às 09h57min

Casal de idosos é atacado por abelhas africanas e Bombeiros levam três horas para retirá-las

Olhar Direto
ARAGUAIA NOTÍCIA
O Corpo de Bombeiros levou três horas para conseguir retirar todas as colmeias de uma casa onde vive um casal de idosos, no setor industrial de Juína (757km de Cuiabá). Os moradores foram atacados pelas abelhas africanas na tarde da última terça-feira (21).

De acordo com informações da assessoria de imprensa, devido à agressividade das abelhas, foi necessário interditar a rua, e fazer a orientação dos moradores da vizinhança e dos que passavam por ali, para evitar o risco de acidentes.
 
Os bombeiros utilizaram os equipamentos de proteção individual (EPIs), e contaram, ainda, com apoio de um apicultor local para conseguir capturar os insetos.

O casal de idosos que mora na casa chegou a ser atacado pelas abelhas africanas, mas não tiveram maiores problemas de saúde. A abelha africana (Apis mellifera scutellata) é uma subespécie de abelha ocidental. É nativa do centro e sul da África, embora no extremo sul seja substituída pela Apis mellifera capensis. Esta subespécie construiu uma parte da ascendência das abelhas africanizadas (também conhecidas como "abelhas assassinas") que espalharam-se pela a América.
Notícias Relacionadas »
Comentários »