16/07/2020 às 22h43min - Atualizada em 16/07/2020 às 22h43min

Associação Comercial e Facmat manifestam apoio a Roberto Farias na luta para manter comércio aberto em Barra do Garças

O município recebeu um duro golpe da justiça para cumprir um lockdown devido ao coronavírus cuja medida pode ampliar a crise financeira no município destaca Beto

Povo e Poder News
ARAGUAIA NOTÍCIA
Roberto Farias já anunciou que vai recorrer da decisão de lockdown em Barra do Garças


O prefeito de Barra do Garças Roberto Farias recebeu na tarde de quinta-feira (16) cartas abertas de Federações e Associações Comerciais e industriais de apoio a decisão contrária ao Lockdown do chefe do executivo municipal. A ACIEB ( Associação Comercial e Industrial) de Barra do Garças manifestava contra o fechamento do comércio antes mesmo da decisão da Justiça,

“CARTA ABERTA A ACIEB – Associação Comercial e Industrial de Barra do Garças manifesta profunda rejeição ao possível lockdown obrigatório no município de Barra do Garças.

Em hipótese alguma, questionamos a necessidade de se proteger a vida humana, mas, acreditamos que, sem dúvida alguma, é por meio dos recursos oriundos do setor produtivo, sejam eles na forma de impostos, salários ou produtos, que o Estado poderá cuidar efetivamente das pessoas.

O fechamento de empresas e demissões em massa estão batendo em nossa porta, e não podemos permitir que esse cenário se instaure em nosso município para agravar ainda mais a triste realidade que estamos enfrentando. Parafraseando H L Mencken, “para todo problema complexo, existe sempre uma solução simples, elegante e completamente errada”, e, portanto, devemos analisar a situação com muita cautela antes da tomada de decisões que podem nos trazer danos irreversíveis.

Sabemos que cinquenta por cento dos óbitos regirados em Barra do Garças são de indivíduos indígenas, fato demonstra, muito mais a necessidade de adoção de medidas voltadas para essas comunidades que o fechamento do comércio na cidade. Além disso, apenas dois leitos da UTIS de cidade estão ocupados por barra-garcenses, demonstrando, mais uma vez, que o grande foco de contaminação não está no comércio de Barra do Garças.

Dessa forma, nos parece que a suspensão das atividades comerciais no município, não nos assegura que haverá queda no índice de casos do covid-19 em nossos hospitais, mas, certamente, vai agravar ainda mais a situação do comércio varejista que, em sua maioria, é composto de micros e pequenos lojistas, um dos setores mais prejudicados pela pandemia.



Por fim, defendemos e confiamos no árduo trabalho que vem sendo realizado pela Prefeitura Municipal de Barra do Garças no combate a disseminação do coronavirus, reiterando que adotar o lockdown neste momento nos trará muito mais percalços que soluções para o impasse. Bernardo Gonçalves Mendes Presidente da ACIEB”.

A FACMAT (Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso, também manifestou apoio ao Prefeito Roberto Farias pelos esforços em manter a abertura do comércio no Município. A carta é assinada pelo Presidente Jonas Alves de Sousa.

A CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Barra do Garças e Pontal do Araguaia ainda não se manifestou oficialmente, em sua página nas redes sociais o último post foi uma homenagem parabenizando o Comerciante pelo seu dia (até o fechamento desta matéria).

Notícias Relacionadas »
Comentários »