12/11/2013 às 19h51min - Atualizada em 12/11/2013 às 19h51min

Jornalista presa por extorsão é encaminhada para o presídio feminino

Agencia da Noticia com Olhar Direto
Agência da Notícia

A jornalista e ex-secretária de Comunicação de Várzae Grande Edina Araújo, presa em flagrante na tarde de segunda-feira (11) tentando extorquir um empresário que tinha um contrato supostamente irregular com a Prefeitura de Várzea Grande foi encaminhada nesta terça-feira para o Presídio Feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

De acordo com informações da assessoria da Polícia Civil, Edna dormiu na Central de Flagrantes em Várzea Grande e nesta manhã foi encaminhada à maior penitenciária feminina do estado e permanece em cela comum, porém longe das demais detentas. Por ter curso superior, a jornalista deveria ser encaminhada para a sede da Polinter, mas no momento está o local está sem vagas.

Edina Araújo deve permanecer detida até a defesa obter habeas corpus na Justiça. Por enquanto, a jornalista permanece em regime fechado pelo crime ser inafiançável. O delegado Valter Cardoso, plantonista da Central de Flagrantes lavrou o flagrante por crime de extorsão.

A reportagem tentou falar com o advogado e esposo de Edina Araújo, Geraldo Araújo, que não atendeu e nem retornou as chamadas até o fechamento da matéria. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%