14/07/2020 às 22h34min - Atualizada em 14/07/2020 às 22h34min

Repórter da CNN Internacional manda mensagem de agradecimento a Barra do Garças

Ele esteve durante dez dias gravando sobre a luta dos índios com a pandemia e sobre o mistério do desaparecimento do coronel Fawcett que aconteceu em 1925 e até hoje causa repercussão e espanto entre as pessoas

Araguaia Notícia


Depois de passar alguns dias fazendo uma reportagem especial sobre Barra do Garças enfocando a luta contra a pandemia nas comunidades indígenas e sobre o misticismo e esoterismo que envolvem a região com o desaparecimento do coronel inglês Percy Fawcett, o repórter premiado da CNN Internacional, Bill Weir, já está retornando aos Estados Unidos.

Gentilmente ele enviou esse vídeo a reportagem do site Araguaia Notícia agradecendo a atenção de todos com quem ele teve contato durante elaboração destas reportagens. Ele destacou a beleza da nossa região e diz a importância de todos nós entendermos essa questão cultural dos indígenas e tentar protege-los contra a pandemia.

Ele disse que leu o livro sobre a cidade ‘Z’ a cidade misteriosa que supostamente desapareceu e muitos falam que pode estar nas profundezas da Serra do Roncador e de sua satisfação em refazer a trilha do pesquisador inglês coronel Percy Fawcett que sumiu em 1925

Bill disse que é impressionante uma história que ficou tanto tempo nas nossas mentes ainda fascinar como acontece até hoje e que continua intrigando e chamando a atenção de várias pessoas.



O repórter da CNN Internacional gravou o vídeo no instante em que embarcava para Estados Unidos e deixou ‘um muito obrigado’ bastante agradecido pelo carinho atenção de todos com quem ele teve contato.

A primeira reportagem de Barra do Garças na CNN foi ao ar ontem mesmo falando sobre a questão da pandemia e em breve será exibida a matéria sobre o turismo místico e ufológico sobre Barra do Garças e de todo o Vale do Araguaia.

Bill Weir ficou impressionado pela beleza da região e através do Araguaia Notícia deixou essa mensagem ao povo. Tradução e legenda do estudante da UFMT-BG: Jordão Dal Magro
Notícias Relacionadas »
Comentários »