10/11/2013 às 15h33min - Atualizada em 10/11/2013 às 15h33min

Barra do Garças se inscreve no MEC para receber curso de medicina

Olhar Direto
Olhar Direto

A cidade de Barra do Garças, por intermédio da Faculdade Univar, se inscreveu quarta-feira (6) para concorrer ao edital lançado pelo Governo Federal de abrir novos cursos de medicina no país. Nos pré-requisitos do Ministério da Educação (MEC), Barra preencheu dez das onze exigências.

Falta definir o critério populacional que pede cidades acima de 70 mil e Barra tem 56 mil. “Nós somos três em uma e contando com Aragarças e Pontal, a Grande Barra tem mais de 80 mil”, justificou o prefeito Roberto Farias que está empenhado nessa luta. Ele acrescenta que o pleito da Univar também é um pleito do município que hoje é o maior polo educacional do interior de Mato Grosso com mais de 18 cursos e quatro universidades.

“Eu acho que é possível que dois cursos sejam abertos na Barra em função da falta de médicos na rede pública e a vontade do governo federal de criar mais cursos para aumentar a oferta de mão de obra qualificada”, analisa o gestor barra-garcense.

A luta de Barra do Garças para ter um curso de medicina começou em 2010 com instalação do campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) que chegou a cogitar a instalação do curso em Barra, porém os dois cursos abertos recentemente pela instituição foram para Sinop e Rondonópolis que tem mais população e pressão política.

O prefeito de Barra acredita que o projeto ‘Mais Médico’ que prevê a instalação de mais cursos de medicina pode ajudar com que Barra possa receber os dois cursos tanto o público como o privado. O professor Marcelo Soler ressaltou que a Univar está com chances reais de ter o curso, pois preencheu as dez exigências com relação a prédio, biblioteca, estrutura, docência e isso é importante quando for aberto o envelope.

O deputado federal Welinton Fagundes e o senador Blairo Maggi acompanharam a comitiva barra-garcense junto ao MEC. Depois, a comitiva seguiu para uma audiência com a ministra da Cultura, Marta Suplicy.

De acordo com edital do MEC, os municípios interessados devem se inscrever até o dia 08 de novembro. A pré-seleção terá três etapas, análise de relevância e necessidade social da oferta do curso de medicina, equipamentos públicos e programas de saúde existentes no município, segundo dados do Ministério da Saúde. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%