07/07/2020 às 06h48min - Atualizada em 07/07/2020 às 06h48min

Técnico de enfermagem indígena morre de coronavírus em Barra do Garças

Entre os dias 29 e 30/6 foram seis indígenas xavantes que morreram no intervalo de 24 horas

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


O técnico de enfermagem Fabrício Uprewa, da etnia xavante, morreu com Covid-19, na última semana, em Barra do Garças.

Ele estava entre os seis indígenas que foram vítimas de Covid-19 em 24 horas nas aldeias do Araguaia, entre os dias 29 e 30 de junho.

As mortes estão sendo registradas entre as aldeias de Barra do Garças e Campinápolis.

O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren), por meio de nota, lamentou o falecimento.

"Esta é mais uma das grandes perdas vividas pela enfermagem, mas que ficará marcada de maneira especial em nossas lembranças pela dedicação deste profissional à saúde de seu povo e de toda a população atendida. Nossos sinceros sentimentos a toda comunidade indígena Xavante", diz trecho.



Mais de 100 xavantes foram infectados pela doença, no estado. Segundo dados da Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (FEPOIMT) pelo menos 35 indígenas já morreram da doença.

Na última semana, lideranças de povos indígenas começaram um abaixo-assinado online para pedir que o Ministério da Saúde disponibilize testes para detecção do novo coronavírus nas aldeias do Estado. A petição reúne mais de 104 mil assinaturas.
Notícias Relacionadas »
Comentários »