03/07/2020 às 19h28min - Atualizada em 03/07/2020 às 19h28min

Barra do Garças registra mais 1 morte de Covid nas aldeias e hospitais voltam a encher

Agora já são 251 infectados dos quais 115 já se recuperaram, porém as UTIs pública, particular e semi-intensiva estão 100% ocupadas

Araguaia Notícia
As UTIs e semi-intensiva de Barra estão cheias; e só tem 3 vagas na enfermaria pública


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou na sexta (3/7) mais um boletim epidemiológico do novo coronavírus em Barra do Garças, a cidade mais importante do Vale do Araguaia. No momento, Barra está com 251 casos confirmados dos quais, aumentou o número de recuperados, 115 devidamente curadas da enfermidade.

Em monitoramento são 88. E internados, da Barra, são 22 pacientes e mais 48 das cidades vizinhas totalizando 70 internados com 100% dos leitos ocupados de UTI pública, particular e da semi-intensiva. A taxa de ocupação hospitalar ainda muito devido ao número de indígenas contaminados nos últimos dias.

A enfermaria que tem 31 leitos na UPA está com 28 ocupados realmente uma situação muito preocupante. Mais um óbito de indígenas foi registrado neste boletim de hoje da Barra, porém ocorreu no dia 29/6 na aldeia de um homem de 88 anos que tinha hipertensão. Portanto agora são 26 óbitos de Barra do Garças dos quais, infelizmente, a maioria é de indígenas.



A cidade de Barra ainda registrou mais 11 óbitos de Covid porém das cidades conveniadas ao consórcio Garças/Araguaia. Totalizando 37 óbitos.

Os 70 internados estão 52 na enfermaria e 18 na UTI. Os oito leitos da UTI pública, os dez leitos da UTI particular e 3 leitos da semi-intensiva estão 100% ocupados. Restam somente 3 vagas da enfermaria da UPA.

É importante pedir mais uma vez, em nome do prefeito Roberto Farias e da secretária de Saúde, Clenia Monteiro, para a população ficar em casa e compreender que o momento é crítico e quando sair para o trabalho sair protegido.

Aos irmãos indígenas – pedimos com todo carinho e respeito – que evitem eventos neste momento e que fiquem nas aldeias mantendo o distanciamento social de 1,5 metro de um para outro e usando máscara.
Somente com medidas assim vamos vencer a situação do coronavirus com a conscientização.

boletim sexta-feira 03/07
Notícias Relacionadas »
Comentários »