11/04/2011 às 14h37min - Atualizada em 11/04/2011 às 14h37min

Daltinho mantém a sua luta por mais segurança no Araguaia

Assessoria
Assessoria Daltinho volta a ser voz do Araguaia

Um total de oito indicações do deputado Adalto de Freitas (PMDB) visam melhorias na segurança pública dos municípios de Mato Grosso. Para o parlamentar, a segurança é primordial e não deve ser posta de lado pelas principais autoridades.

 

A construção de uma cadeia pública no município de Porto Alegra do Norte é um dos pleitos de Freitas, já que a cadeia no local fica no centro do município, o que aumenta os riscos para a população.

 

Também no mesmo município é pleiteada a instalação de uma delegacia especializada de atendimento a mulher, crianças, adolescentes, idosos e LGBT vítimas de violência. O objetivo é reprimir os crimes cometidos contra as pessoas consideradas vulneráveis no contexto social brasileiro, alvo de preconceito, discriminação, violência física e moral. A prefeitura já doou o prédio para abrigar a delegacia, mas depende de recursos para a instalação e contingente policial.

 

“Esse já é um tema que faz parte da vontade política estadual, pois garante a dignidade, proteção e cidadania as vítimas desse tipo de preconceito”, declarou Freitas.

 

Em outro ponto de Porto Alegre do Norte, mais especificamente no distrito de Nova Floresta, Adalto de Freitas indicou a instalação de uma base comunitária, sendo que o prédio já foi doado. A justificativa é de que há um assentamento do INCRA na região, o que fez aumentar a criminalidade, por conta do aumento da população.

 

Há a indicação para a construção de uma delegacia no distrito de Santo Antônio do Fontoura, localizado no município de São José do Xingu. O distrito pleiteia sua emancipação e com isso a delegacia atenderia toda a região.

 

Outra delegacia foi requerida no distrito de Espigão do Leste, no município de São Félix do Araguaia. O local fica a 280 quilômetros da cidade e carece de atendimento, pois houve aumento no índice de criminalidade, onde ocorrem principalmente assaltos a bancos.

 

Duas delegacias de patrimônio também são indicadas nos municípios de Confresa e Vila Rica. As duas cidades se encontram no entroncamento entre os Estados de Mato Grosso, Pará, Tocantins e Goiás, e os investimentos têm alavancado o desenvolvimento socioeconômico da região, contribuindo, assim para o aumento considerável da população, e, conseqüentemente, o índice de crimes contra o patrimônio tornou-se crescente.

 

Além disso, recentemente chegaram o linhão de energia de Água Boa, instituições federais de fomento e asfalto, o que também contribuiu para o movimento migratório da região.

 

Assim também se justifica que em Água Boa, mais especificamente no distrito de São José do Couto, haja a instalação de um posto da Polícia Militar. “Salienta-se que se trata de um distrito que, devido ao aumento considerável da sua população, o índice de criminalidade tornou-se crescente, principalmente, assaltos, furtos e homicídios, e, na maioria dos casos a localidade tem servido como rota de fuga para os malfeitores”, justificou o peemedebista.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%