01/11/2013 às 15h20min - Atualizada em 01/11/2013 às 15h20min

Vereador vai pedir folha e admite que pode ser aberta CPI da Educação

Araguaia Notícia
André Luís / Tv Serra Azul

O presidente da Câmara de Vereadores de Aragarças, Celso Barros, informou sexta-feira (1) que irá pedir ao prefeito interino Léo Leão (PMDB) cópia da folha de pagamento dos servidores da educação do município. Esse foi o setor mais afetado com as 164 demissões anunciadas quinta-feira por Léo como contenção de despesas. 

“Nós queremos averiguar quem estava na folha da educação e se procede à denúncia de que havia salários superfaturados nesse segmento. Se ficar caracterizado qualquer irregularidade vamos pedir a instauração de uma CPI na Educação”, destacou o presidente Celso Barros.

Em entrevista coletiva, Léo pediu desculpas aos demissionários e disse que teve que tomar essa medida para evitar o colapso administrativo. O peemedebista admitiu que existe um problema com relação ao Fundo Nacional da Educação Básica (FUNDEB) que já teria extrapolado os empenhos, todavia não disse qual é o problema, mas afirmou que irá apurar. Ainda na contenção de despesas, o prefeito interino pediu a devolução dos cargos comissionados aos aliados e informou que irá mudar em breve o secretariado. 

Léo assumiu a prefeitura interinamente depois do afastamento de Aurélio Mendes investigado por suposto envolvimento na venda fraudulenta e superfaturada de medicamentos em Aragarças cujo esquema foi descoberto na Operação Tarja Preta.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%