31/10/2013 às 15h42min - Atualizada em 31/10/2013 às 15h42min

Secretário pede exoneração após afastamento de irmão prefeito

Olhar Direto
Olhar Direto

Agora é oficial, Artur Mendes não está mais no secretariado da prefeitura de Aragarças-GO, na divisa com Mato Grosso. Ele pediu exoneração do cargo de secretário de Finanças, sexta-feira, após uma conversa com o prefeito interino do município, Léo Leão (PMDB).

No ofício enviado ao peemedebista, Artur alegou problemas de ordem pessoal e de saúde por causa de uma diverticulite. A decisão de Artur acontece duas semanas depois que o irmão dele, Aurélio Mendes (PSDB), foi afastado do cargo de prefeito sob suspeita de envolvimento na venda fraudulenta de medicamentos descoberto pelo Ministério Público (MP-GO) durante a operação Tarja Preta.

A situação de Artur já era complicada antes mesmo do afastamento do irmão, pois era visto como ‘braço de ferro’ da administração aragarcense e com dificuldades de relacionamento com os vereadores. Agora com a saída do irmão, a situação de Artur ficou mais difícil ainda.

O prefeito interino Léo Leão lamentou a saída de Artur e disse que irá nomear para Secretaria de Finanças um funcionário do quadro da prefeitura. “Eu pretendo aproveitar alguém mesmo da prefeitura. Vou mudar algumas coisas no secretariado, mas no momento oportuno. No momento a prioridade é pagar os salários e manter a prefeitura funcionando”, frisou.

A situação política de Aurélio se complica diante do posicionamento de alguns vereadores que defendem abertura de uma comissão processante para investigar o tucano. “Eu defendo a investigação porque temos informações de que Aurélio deixou dois milhões de dívidas em 10 meses de administração”, frisou o vereador Dulcindo Duda.

O legislativo aragarcense ficou de apreciar, terça-feira (29), um pedido de um morador para abrir a comissão processante contra Aurélio. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%