29/05/2020 às 20h15min - Atualizada em 29/05/2020 às 20h15min

Polícia Federal e Exército combatem garimpo ilegal em terras indígenas do Mato Grosso

Assessoria
ARAGUAIA NOTÍCIA


O Comando de Fronteira Jauru, Batalhão de Infantaria Motorizado integrante do Comando Conjunto Barão de Melgaço e a Polícia Federal retiraram mais de 50 pessoas de um garimpo ilegal localizado dentro da Terra Indígena Sararé, em Pontes e Lacerda-MT (450 quilômetros de Cuiabá).

A Terra Indígena SARARÉ possui uma extensão de 67.419 ha, com povo da etnia Katitaurlu e população de 97 pessoas nos municípios de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade.

A ação faz parte das operações Verde Brasil 2 e ALFEU (PF), deflagrada em 28 de maio e ainda em andamento, contou com o efetivo de 250 militares do Exército, 20 policiais federais, 04 da força nacional, 02 agentes do IBAMA e um agente da FUNAI; utilizando 25 viaturas, 09 embarcações e 02 helicópteros.

Os levantamentos e investigações, anteriormente realizados, indicavam a ocorrência de graves danos ambientais ao rio e à vegetação ciliar, aumentando intensamente durante a pandemia do Covid-19 e com a crença dos criminosos de que os agentes públicos não atuariam para combater os crimes na região.



Na ação foram cumpridos 06 mandados de prisão, 07 de buscas e apreensões e mais de 50 pessoas foram removidas e conduzidas pelo Exército Brasileiro e a Polícia Federal, do garimpo para o município de Pontes e Lacerda para autuação.

Os instrumentos e demais bens sem valor econômico, utilizados na empreitada criminosa serão apreendidos. Quanto aos objetos impossíveis de serem removidos, serão inutilizados pelos agentes do IBAMA e Polícia Federal, tudo conforme determinação da Justiça.

Para que os integrantes da associação criminosa não entrem nas aldeias indígenas localizadas próximas à área de extração, o Exército realiza um bloqueio no local com dezenas de militares, impedindo a chegada dos garimpeiros.

A Operação Verde Brasil 2 é supervisionada pela Vice-Presidente da República em apoio aos órgãos de controle ambiental e de serviço de segurança pública. A determinação presidencial para o emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto no 10.341, de 6 de maio de 2020, e tem validade para o período de 11 de maio a 10 de junho do corrente ano.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%