26/10/2013 às 02h18min - Atualizada em 26/10/2013 às 02h18min

Simpósio discute trânsito e recolhe sugestões para aperfeiçoá-lo

Araguaia Notícia
Araguaia Noticia

A prefeitura de Barra do Garças promoveu, sexta-feira (25), o primeiro simpósio para organizar e aperfeiçoar o trânsito da cidade. Com a participação de representantes da segurança pública, loja maçônica e classe comercial, o simpósio teve três palestras ilustrativas com a temática do trânsito. O evento foi realizado no anfiteatro Fernando Peres de Farias.


O patrulheiro Thomé apresentou vídeos, fotos e dados estatísticos sobre imprudência, negligencia e imperícia cometidas por alguns motoristas no trânsito. O major da Polícia Militar (PM), Wlamir Luiz da Gama Figueiredo, apresentou números sobre o trânsito barra-garcense e destacou as melhorias que ocorreram nos últimos anos no trânsito barra-garcense. O venerável da loja maçônica, tenente Gomes, também fez uma palestra sobre riscos de acidentes.


O vereador Comandante Barbosa pediu que os participantes do simpósio que apresentassem sugestões de melhorias do trânsito. “Vamos elaborar um documento com essas dicas para ser entregue ao prefeito Roberto a título de contribuição para organizar o trânsito da cidade”, salientou. O documento terá também o respaldo dos parlamentares Welinton Mandioquinha e Geralmino Neto que participaram do seminário.


O evento foi organizado pelo coordenador de trânsito, subtenente Valdeci Francisco. “Esse foi o primeiro simpósio de muitos que iremos realizar até que o trânsito de Barra se torne mais seguro para todos”, completou. O comerciante Eduardo, da Bilhares Planalto, participou em nome do segmento comercial da cidade e a Polícia Rodoviária Federal se fez presente por intermédio do inspetor Abreu e do patrulheiro De Freitas.


A coordenadoria de trânsito anunciou que o DNIT instalará em breve cinco lombadas eletrônicas na avenida Ministro João Alberto e que a prefeitura estuda a implantação de mais em outras ruas perigosas da cidade.


“Essa discussão é um avanço para sociedade porque se observa o engajamento de mais pessoas na luta por um trânsito mais humano e menos violento”, frisou o coronel Paulo Costa para diminuir a média de três acidentes por dia que o município tem. Em 2012, cerca de 1.500 pessoas foram parar no hospital com machucados leves ou graves em acidentes ocorridos na principal cidade do Vale do Araguaia.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%