26/05/2020 às 16h32min - Atualizada em 26/05/2020 às 16h32min

Comerciante pede ajuda de Bolsonaro e diz que foi humilhado por não usar máscara corretamente; PM dá sua versão

A confusão aconteceu na cidade de Vila Rica no Norte Araguaia e repercutiu porque o comerciante gravou um desabafo em vídeo onde pede ajuda do presidente Bolsonaro. O comando da PM de Vila Rica, coronel Rodrigues, desmente que houve excesso dos policiais

Araguaia Notícia


Uma cena muito triste que de repente poderia ter sido evitada. O comerciante Joaquim Silva dos Anjos Júnior, proprietário de uma loja de motos na cidade de Vila Rica, relata em vídeo que foi humilhado dentro do comércio dele por policiais e fiscais da prefeitura de Vila Rica durante fiscalização do uso de máscara de proteção ao coronavírus. 

E foi nesse instante que chegaram policiais militares e fiscais da prefeitura que começaram a questionar o comerciante sobre as condições de prevenção ao coronavírus principalmente porque ele não estava usando a máscara corretamente no rosto pois a mesma estava no queixo.

O que deveria ser apenas uma orientação evoluiu para uma detenção do comerciante talvez desnecessária e até traumatizante para Joaquim que resolveu desabafar com um vídeo. Ele chora na filmagem e pede que algo seja feito.

“Os policiais disseram que eu tinha que sentir o peso do estado. Espero que esse vídeo seja visto por alguém que possa me ajudar. Eu peço ao presidente Jair Bolsonaro que assista esse vídeo e não deixe que isso aconteça mais”, diz o comerciante.

O comandante do 10º Comando Regional da Polícia Militar de Mato Grosso, tenente-coronel Rodrigues, rebateu as acusações de excesso da polícia durante coletiva na terça-feira (26/5). O oficial explica que o comerciante não atendeu as ordens das autoridades policiais e apresentou comportamento alterado durante a abordagem policial.

Diante do ocorrido, Rodrigues explica que foi utilizado de força necessária proporcional para conter Joaquim, que em seguida foi encaminhado a delegacia para as medidas cabíveis pelo descumprimento da Lei.


Acompanhe o vídeo com o relato do comerciante:  
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%