26/05/2020 às 11h35min - Atualizada em 26/05/2020 às 11h35min

Operações aéreas de combate a incêndios florestais completam 6 anos em MT

TC BM Gledson
ARAGUAIA NOTÍCIA


O Grupo de Aviação Bombeiro Militar foi criado pela Lei Complementar 404 de 30 de junho de 2010 e regulamentado por meio do Decreto Estadual n° 2.295 de 14 de abril de 2014. Este decreto dispõe sobre a estrutura e organização básica do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso, onde o GAvBM está subordinado ao Batalhão de Emergências Ambientais – BEA.

A partir do Projeto Bombeiros Florestais que culminou na captação de cerca de 16 milhões do Fundo Amazônia houve a aquisição das 2 (duas) aeronaves do tipo Air Tractor 802 F que foram entregues no dia 21/04/2014. A utilização dessa tecnologia de combate aéreo em incêndios florestais ocorre por diversos países do mundo, sendo bastante efetiva.

O GAvBM possui a atribuição de fazer gestão dos recursos aéreos a serem empregados em operações de combate a incêndios florestais. O emprego dessa unidade ocorre quando a resposta de 1º nível das Guarnições de Combate a Incêndios Florestais (Gcif’s) são insuficientes para controle e extinção dos incêndios, havendo a necessidade de mais instrumentos para reforço ao combate, levando em consideração o acesso dos recursos terrestres, estrutura de abastecimento, condições das pistas de pouso e sua distância dos incêndios.

Além das ações de resposta, o GAvBM pode ser empregado em atividades de monitoramento de incêndios florestais e fiscalização de crimes ambientais. Após 6 anos do recebimento das aeronaves,  foram executadas 814,6 horas de voo em operações nas aeronaves de combate, onde maior parte dessas horas foram empregadas em missões de combate aéreo a incêndios florestais no estado de Mato Grosso e em outros estados.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
17.7%
75.2%