01/05/2020 às 12h07min - Atualizada em 01/05/2020 às 12h07min

Pai que abusava da filha desde 8 anos é preso em MT

Hoje a filha tem 14 anos e denunciou o fato. O acusado, segundo a PJC, também estuprou as duas enteadas, que hoje, são maiores de idade

Assessoria / PJC MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Um homem suspeito de abusar sexualmente de três menores de idade, uma delas sua própria filha, foi preso pela Polícia Civil, na terça-feira (28.04), em trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Direitos de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) em Cuiabá.

O suspeito, de 68 anos, foi preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar que resultou na apreensão da arma de fogo que ele utilizava para ameaçar a filha com a finalidade de cometer os abusos.

As investigações iniciaram no dia 13 de abril, quando a ex-companheira do suspeito e mãe de uma das vítimas descobriu que ele estava abusando sexualmente da própria filha, de 14 anos. Diante da informação, a menor foi ouvida e revelou que era abusada pelo pai desde os 08 anos de idade, e que os abusos aconteciam mediante ameaças com emprego de arma de fogo.

Além das ameaças, ele filmava e fazia fotos das agressões e dos abusos praticados contra a filha, sendo apresentada uma fotografia em que o suspeito ostenta a arma de fogo ao lado da menor. Durante as investigações, foram levantadas informações sobre outras duas vítimas (atualmente maiores de idade) que foram criadas como filhas do suspeito e que também foram abusadas por ele.



Com base nas informações, o delegado Francisco Kunze representou pelo mandado de busca e apreensão domiciliar contra o suspeito, o qual foi deferido pela 14ª Vara Criminal de Cuiabá. Em cumprimento à ordem judicial na residência do investigado no bairro Jardim Cuiabá, inicialmente ele negou que tivesse qualquer objeto ilícito na casa.

Porém, durante as buscas os policiais da Deddica encontraram o revólver calibre 38 dentro da caixa d’água da residência. Diante do fato, o suspeito foi conduzido à delegacia onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, além de responder pelo crime de estupro de vulnerável em inquérito policial.

O suspeito tem passagem anterior por importunação sexual, sendo detido pela Polícia Militar, no ano passado, próximo a uma escola no bairro Jardim Cuiabá, ocasião em que estava oferecendo dinheiro para meninas menores de idade para manter relação sexual com ele.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
17.7%
75.2%