30/04/2020 às 12h30min - Atualizada em 30/04/2020 às 12h30min

Caminhoneiro de Barra do Garças é diagnosticado com coronavirus em Tocantins e esposa diz que não teve contato físico com ele

A esposa do caminhoneiro está em casa monitorada e quer fazer exame para verificar se ela está ou não infectada

Araguaia Notícia
Nos últimos dois dias estão circulando áudios em Barra do Garças, no leste de Mato Grosso, sobre a situação de um caminhoneiro do bairro de Vila Maria que contraiu coronavírus e que a esposa dele possa estar também. As publicações em grupos de WhatsApp estão causando mal-estar para família pois os comentários se espalharam no bairro.

O site Araguaia Notícia conseguiu localizar a dona-de-casa de 46 anos, esposa do caminhoneiro de 39 anos. Ela falou sobre o caso. A moradora explicou que no dia 23/4 o esposo retornou de São Luís do Maranhão reclamando de febre e dores na garganta e já temendo que pudesse ser algo mais sério, ele pediu que a esposa não o beijasse e nem o tocasse.

“Foi iniciativa dele. Ele falou pra mim. Amor não me beija estou com sintomas parecidos com a Covid é melhor a gente não se tocar”, conta a dona de casa. E assim foi explica a mulher. Porém o casal ficou junto na mesma casa e dormiram na mesma cama, mas um longo do outro.

No mesmo dia 23/4, o caminhoneiro procurou a UPA e os médicos disseram que os sintomas dele seriam insuficientes para se fazer um exame e receitou um medicamento para ele mandando-o embora para casa.
Na sexta-feira, dia 24/4, o caminhoneiro viajou com um novo frete para Belém do Pará passando pelo estado de Tocantins e foi lá no estado tocantinense que a saúde do caminheiro arruinou.

Ele informou a esposa que estava com muita febre, dores pelo corpo e num determinado momento da viagem teve que parar o caminhão para descansar e depois procurou um hospital.



No sábado, dia 25/4, foi coletado o material em Tocantins para fazer o exame. E no domingo, dia 26/4, o caminhoneiro foi transferido para hospital em Araguainha.

E o resultado do exame ficou pronto na quarta-feira dia 29/4 e deu positivo para Covid-19. “Meu esposo está bem agora. Está tomando medicamentos, está isolado no hospital e corresponde bem ao tratamento. Temos um pouco de preocupação por ele tem problema de infecção de garganta e pressão alta, mas toma os medicamentos. Ele está conversando comigo e está bem graças a Deus”.

O site Araguaia Notícia perguntou e sobre ela. A dona-de-casa disse que não tem sintomas e que logo que tomou conhecimento do exame positivo do esposo se recolheu em casa deixando de ir no serviço. “Eu estou muito chateada porque gravaram áudios falando que estou andando e pegando na mão das pessoas aqui no bairro. Isso não é verdade”, completou.

A esposa voltou a falar sobre a preocupação do esposo que lá no dia 23/4 já pediu para não terem contato físico e que ela também teve o mesmo cuidado. “Peço as pessoas que não fiquem compartilhando áudios sem saber se é verdade. Isso pode prejudicar uma pessoa. Aqui o nosso bairro é pequeno e as pessoas ficam passando em frente a minha casa e olhando pra mim a todo instante”, destacou.

A dona-de-casa disse que recebeu uma equipe da saúde em casa e que solicitou para fazer o exame. “Eu quero fazer o exame até mesmo para tirar essa dúvida e parar com os comentários”. A moradora disse que a Secretaria de Saúde ficou de verificar um laboratório para fazer esse exame que custa em torno de 236,00 particular.

Os exames em Barra do Garças da Covid-19 são feitos pelo laboratório Lacen em Cuiabá.
Notícias Relacionadas »
Comentários »