27/04/2020 às 17h12min - Atualizada em 27/04/2020 às 17h12min

Prefeitura alerta empresários sobre regras de funcionamento para restaurantes, lanchonetes e hotéis durante pandemia em Barra do Garças

Um novo decreto foi editado liberado mas existem condições para esse funcionamento. Inicialmente pode funcionar com a capacidade reduzido 50% de clientes

Secom - BG
ARAGUAIA NOTÍCIA


A secretária Municipal de Turismo de Barra do Garças, Mônica Porto, acompanhada pelo vice-prefeito Weliton Marcos, presidente da Câmara, vereador Dr. Joãozinho e pelo coordenador da Defesa Civil, Paulo Henrique Borges, se reuniu na manhã de segunda-feira (27/4), com representantes de bares, lanchonetes, restaurantes, hotéis e do Barra Center Shopping para discutir a necessidade de seguir rigorosamente o decreto de flexibilização no funcionamento desses comércios durante o período da pandemia do novo coronavírus.
 
Na reunião, a secretária mostrou-se preocupada com os segmentos que permaneceram fechados por quase 30 dias e lamentou que o turismo tem sido o setor mais afetado pela pandemia, sendo o primeiro a ser afetado e provavelmente o último que vai sair. Mônica disse aos empresários que o comércio pode voltar a funcionar, porém, recomendou que as diretrizes dos decretos baixados pelo presidente da República, pelo governador Mauro Mendes e pelo prefeito Roberto Farias devem ser observados, para salvaguardar a saúde dos funcionários, dos clientes, assim como a própria flexibilização, visto que a mesma poderá permanecer enquanto não tivermos 60% da nossa capacidade de leitos de UTI ocupados.
 
De acordo com a secretária, existem regras para o funcionamento e elas devem ser seguidas, como por exemplo, com número reduzido de clientes (50% de sua capacidade), espaçamento de pelo menos dois metros de distância entre as mesas, número máximo de quatro pessoas por mesa e medidas de higienização, como oferta de álcool em gel e uso de máscaras.
 
Águas Quentes
 
Além do comércio, o Parque das Águas Quentes, principal ponto turístico de Barra do Garças, também voltará a funcionar na terça-feira (28), no entanto, com uma série de medidas de prevenção para evitar a disseminação do coronavírus. O funcionamento será reduzido em duas horas para o trabalho de desinfecção da área de lazer com mais rigor.
 
Segundo a secretária, o limite de frequência será de 500 pessoas, excedido o limite ninguém poderá entrar a menos que haja a saída de quem já estava lá. O horário também será modificado: das 8 às 10 da manhã será exclusivo para pessoas com 60 anos ou mais, sem comorbidades, sem acompanhantes de outras faixas etárias. Das 10 às 11, o parque será fechado para uma desinfecção rigorosa. Das 11 às 20 horas o parque funciona para pessoas abaixo de 60 anos. 

“Lembramos que medidas de segurança não farmacológicas serão adotadas como obrigatórias para quem quiser entrar, como o uso de máscaras mesmo que artesanais e borrifação de mãos com álcool 70%, respeitar as demarcações no chão. Alertamos que várias vezes ao dia o parque terá suas áreas livres descontaminadas com bombeamento de hipoclorito, portanto, desaconselhamos a quem é sensível ou tem alergia ao produto de frequentar o parque neste período de reabertura excepcional. A limpeza de banheiros e áreas de manipulação também terão reforço de limpeza e assepsia e a limpeza das águas das piscinas será feita diariamente no período noturno, como sempre foi feita”, ressaltou Mônica Porto. 

A secretária informou ainda que a lanchonete e o restaurante funcionarão com as medidas de prevenção constantes no Decreto Municipal para o setor, e que durante a pandemia, o bar molhado e os toboáguas não irão funcionar.

 “São medidas que visam garantir a segurança dos frequentadores. Somente com esses cuidados é que vamos reativar uma das belezas naturais que temos. Solicitamos a colaboração de todos que voltarão a frequentar o parque para seguir as regras de segurança, pois só assim conseguiremos mantê-lo à disposição para combater este momento de estresse, estando ao ar livre e expostos ao sol, sem oferecer riscos à saúde”, disse Mônica Porto.
Notícias Relacionadas »
Comentários »