23/04/2020 às 09h16min - Atualizada em 23/04/2020 às 09h16min

Na luta contra Covid-19, Roberto Farias anuncia mais 5 leitos na UTI de Barra do Garças

Roberto Farias e o vice-prefeito Wellington Marcos estiveram supervisionando as obras de instalação de mais 5 leitos no Pronto Socorro

Araguaia Notícia


O prefeito de Barra do Garças Roberto Farias, acompanhado do vice-prefeito Wellington Marcos, esteve na manhã de sexta-feira vistoriando o serviço de ampliação de mais cinco leitos de UTI no hospital Milton Morbeck (Pronto Socorro) para atendimento de possíveis pacientes de Covid-19 (coronavírus) que infelizmente já registrou três casos no município.

“Acabamos de ampliar em mais cinco novos leitos de UTI. Contamos com a compreensão de todos nesse enfrentamento, por isso continuem se cuidando se precisar sair use máscaras. Em nossa gestão, saúde é e sempre será prioridade”, destacou o prefeito.

Ele ressaltou que a cidade está se preparando para uma possível expansão da curva epidemiológica da enfermidade que pode acontecer. O prefeito voltou a insistir que as pessoas mantenham o distanciamento social e questões de higiene pessoal que podem contribuir para evitar novos casos consequentemente um colapso no serviço de saúde.

Com a ampliação a Barra do Garças passa a ofertar 15 leitos de UTIs a população. Os leitos são equipados com ventiladores mecânicos, monitores, bombas de infusão, desfibriladores e aspiradores. Além dessa estrutura, o município dispõe também de sete semi-UTIs no hospital e quatro semi-UTIs na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Segundo o prefeito Roberto Farias, a ampliação da UTI do Hospital Municipal será mais um reforço da saúde contra a pandemia do coronavírus. 

A secretária de Saúde Clênia Monteiro aguarda uma resposta do Governo do Estado para reforçar a estrutura de saúde de Barra do Garças e enfrentar os casos da Covid-19 que começaram a ser registrados. “O prefeito Roberto Farias solicitou 30 respiradores ao governador Mauro Mendes e aguardarmos um retorno para ampliarmos o número de aparelhos que estão disponíveis na rede pública”, destacou.

Com informações da Secom-BG
 
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »