13/04/2020 às 16h16min - Atualizada em 13/04/2020 às 16h16min

Moradores de Barra do Garças sofrem com sol e filas na Caixa em busca do Auxílio de 600

Araguaia Notícia


Moradores de Barra do Garças, a maior cidade do Vale do Araguaia no Mato Grosso, acordaram cedo na segunda-feira (13/4) e foram para as filas da Caixa Econômica Federal na rua Valdir Rabelo e na rua Carajás e ficaram por horas em filas desorganizadas pegando muito sol e sem o mínimo de condições de atendimento.

Os bancos continuam sem atendimento presencial em função das pandemias e a população na verdade o máximo que conseguem e ter acesso aos terminais eletrônicos e alguns enfrentam dificuldade de documentação.

Foram inúmeras reclamações na segunda-feira em Barra do Garças. A orientação da Caixa é para que as pessoas façam a inscrição ou tirem dúvidas no site e sobre pendência na documentação procurem o site da Receita Federal.

A fim de evitar esse tipo de aglomeração, a Caixa disponibilizou, desde a última terça-feira (07), um aplicativo por meio do qual os beneficiados podem solicitar o auxílio. A Caixa também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial. Não será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas.



Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo. O pagamento será feito automaticamente.

O auxílio será disponibilizado em três parcelas e a expectativa do governo é que 54 milhões de brasileiros sejam beneficiados, com custo aproximado de R$ 98 bilhões. Cerca de 2,5 milhões de pessoas receberam a primeira parcela do auxílio emergencial, na semana passada. Os primeiros a receber foram aqueles que estão no Cadastro Único do governo federal, mas não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa.
Notícias Relacionadas »
Comentários »