03/04/2020 às 19h05min - Atualizada em 03/04/2020 às 19h05min

Alunos de Enfermagem da UFMT reforçam abordagem social em Barra do Garças

A equipe de abordagem social esteve orientando e verificando a saúde dos moradores de rua com relação ao coronavírus

Clênia Lima / Secom - BG
ARAGUAIA NOTÍCIA


O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias está buscando apoio de instituições e seguimentos organizados para fortalecer as ações de contenção ao coronavírus. Exército, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Aeronáutica e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), já fazem parte das ações desencadeadas no município. 

Na sexta-feira (2/4), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Araguaia, por meio do curso de Enfermagem, também se juntou à força tarefa que visa alertar a população sobre os cuidados a serem adotados para a não proliferação do Covid-19. 

Equipes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Casa de Passagem Espaço Acolher, Secretaria Municipal de Saúde e Acadêmicos da Universidade Federal, realizaram várias abordagens às pessoas em situação de vulnerabilidade (moradores de rua). 

São homens e mulheres de diferentes faixas etárias, que mesmo possuindo residências e familiares na cidade, optaram por viver pelas ruas e praças, quase sempre na condição de dependentes químicos.  

Diante dessa realidade, a Prefeitura de Barra do Garças, através da Secretaria de Assistência Social, está frequentemente monitorando e auxiliando essas pessoas, oferecendo atendimento e orientação médica, alimentação e repouso na Casa de Passagem Espaço Acolher. 

"Criamos a Casa de Passagem para amparar essas pessoas que por algum motivo vivem em situação de rua. Infelizmente, muitos não aceitam ajuda e quando aceitam são resistentes ao acompanhamento psicológico e a orientação para retornarem aos seus lares e acabam retornando para as ruas", disse o prefeito Roberto Farias. 

Casa de Passagem

A Casa que foi inaugurada em 2014 com capacidade inicial para atender até 20 pessoas, no entanto, passou por várias adequações e ampliou o número de atendimentos. 

Atualmente, estão em execução as obras de reforma, ampliação e adequação da unidade de acolhimento, que ganhará um moderno anexo para continuar elevando o número de atendimentos às pessoas em situação de vulnerabilidade,

"De todas as preocupações que temos, a maior delas é com o bem-estar do nosso povo.  Cuidar de quem necessita de cuidados, reinserir essas pessoas ao convívio social e buscar a reintegração familiar de cada uma, é a nossa missão enquanto gestor", finalizou o prefeito Roberto Farias.
Notícias Relacionadas »
Comentários »