02/04/2020 às 17h07min - Atualizada em 02/04/2020 às 17h07min

Escolas municipais de Barra do Garças desenvolvem atividades para alunos fazerem em casa

Secom - BG
ARAGUAIA NOTÍCIA
Foto Ilustrativa


A suspensão das aulas da rede municipal por conta das medidas preventivas adotadas pela Prefeitura de Barra do Garças contra a pandemia do coronavírus levou a Secretaria Municipal de Educação a criar alternativas para tirar os alunos da ociosidade. Desde ontem (1º), as escolas do município estão aplicando atividades com o uso da tecnologia e tarefas regulares de salas de aula.

As atividades devem ser retiradas pelos pais nas escolas de seus respectivos filhos, sempre às segundas-feiras, levadas para casa, respondidas pelos alunos e encaminhadas novamente às escolas para as correções na segunda-feira seguinte. Além disso, cada sala criou um grupo de WhatsApp para a interação dos professores com os responsáveis pelos alunos. A medida foi elogiada pelos pais pelo fato de manter a mente das crianças ocupadas.

O modelo de aprendizado domiciliar adotado pela Secretaria de Educação já está sendo aplicado nas escolas Antônio Francisco Marcucci, Arlinda Gomes, Waldiza Rego Flores, Moreira Cabral, Castro Alves e Miguel Sutil. A partir da próxima semana, o método será implantado também nas escolas Delice Farias, Elizabeth Sanchez, CMEB João Alves dos Santos e Helena Esteves.

Segundo o secretário de Educação, Albérico Rocha Lima, a suspensão das aulas foi uma medida drástica, porém, necessária para proteger as crianças durante a pandemia do coronavírus. “Enquanto o município não define o retorno, as escolas com o aval da Secretaria resolveram adotar esse modelo para manter o aluno em constante atividade. Ou seja, cada professor estará acompanhando e monitorando cada aluno nesse novo modelo de tarefas, que serão realizadas em casa”, disse.



O prefeito Roberto Farias aprovou a ideia. Segundo ele, na situação pela qual passa o país e com reflexos em todos os setores, é preciso se reinventar, buscar alternativas que possam superar as perdas que estão acontecendo. “Barra do Garças está procurando amenizar esses reflexos com ideias criativas como essa da educação, que vão manter os alunos ocupados e despertos para o retorno das aulas”, destacou.

Os alunos dos assentamentos, que não possuem sinal de internet, receberão as atividades por meio de equipes das escolas dos distritos correspondentes a sua área de atuação.
Notícias Relacionadas »
Comentários »