10/10/2013 às 15h08min - Atualizada em 10/10/2013 às 15h08min

Tablet é encontrado em cela de penitenciária de MT durante vistoria

Agencia da Noticia com G1 Mato Grosso
Agencia da Noticia

Um tablet, diversos telefones celulares, drogas e armas artesanais foram encontrados na maior unidade prisional de Mato Grosso, a Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. As apreensões ocorreram nesta terça (8) e quarta-feira (9) durante uma operação da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) para separar detentos portadores de tuberculose. Segundo o órgão, uma ala da penitenciária vai abrigar os 96 presidiários que estão com a doença. A ação também separa presos condenados dos detentos provisórios.

Agentes e profissionais do Setor de Operações Especiais (SOE) e servidores da PCE fazem a mobilização em todas as celas da unidade. Nos dois dias, a operação flagrou diversos carregadores de celulares, aparelhos telefônicos de vários modelos, chips de operadoras de telefonia móvel, armas artesanais e porções de entorpecente. Os agentes se surpreenderam ao encontrar pendrives, cartões de memória e até um tablet nas celas.

Sobre os objetos irregulares apreendidos, a Sejudh informou que não vai se manifestar. A separação e fiscalização continua até esta sexta-feira (11) e o balanço final deve ser divulgado no mesmo dia ou na segunda-feira (14). Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, o secretário Luiz Antônio Pôssas de Carvalho negou que a situação é de epidemia.

No entanto, o secretário reiterou os dados oficiais da pasta. Segundo ele, em 2012 foram registrados 189 casos de tuberculose em presídios de todo o estado. Já em 2013 são 193 casos, sendo que 96 foram detectados somente na PCE.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%