31/03/2020 às 15h39min - Atualizada em 31/03/2020 às 15h39min

Psicólogos atendem voluntariamente pela internet pessoas que precisam de apoio durante pandemia em MT

G1 MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Um grupo de psicólogos voluntários de Cuiabá está fazendo atendimentos psicológicos durante a pandemia de Covid-19. As sessões são feitas via internet pela plataforma que o paciente escolher. O objetivo é dar alento às pessoas em meio à crise de saúde devido ao surto do novo coronavírus.

De acordo com a psicóloga querenciana Stéphani Bettanin, pós graduada em Terapia Cognitivo Comportamental, idealizadora da ação, é importante ressaltar que o projeto de Auxílio Psicológico Voluntário Online é trabalho de atendimento de auxílio emergencial para questões psicológicas decorrentes da pandemia, e não é considerada psicoterapia. Segundo Stéphani, a ideia surgiu após acompanhar o sofrimento que as pessoas compartilharam em suas redes sociais.

A maioria dos voluntários são da capital, mas também do interior de Mato Grosso e de outros estados.

A maioria das queixas são pelo medo do futuro, insegurança, medo da morte, tanto da própria pessoa como de entes queridos e dificuldades de lidar com conflitos, tanto internos como das relações interpessoais.



Outra psicóloga voluntária, Tane Schirmbeck, explica que nesse momento as pessoas estão tendo muito tempo ocioso, então elas acabam pensando muito em questões profundas, como o motivo da existência e finitude. E também pessoas que se conviviam apenas em algumas horas por dia, agora estão tendo que ficar juntas o tempo todo. Todas essas situações afetam muito a saúde mental das pessoas.

O grupo de psicólogos tem um Instagram (@teia.br), onde as pessoas interessadas entram em contato via direct.

Após o contato, é preciso preencher um formulário de cadastro para que a pessoa preencha alguns dados pessoais, como horários disponíveis para ser atendido, canal de comunicação de preferência. O interessado também poder ter acesso ao formulário por meio do link que está na Bio do perfil na rede social. Com isso, a pessoa preenche o formulário de cadastro para triagem e recebe uma resposta em breve.

Stéphani explica que o grupo envia o formulário de cadastro. Daí, é feita uma análise e, de acordo com os horários disponíveis, as informações são direcionadas para um psicólogo disponível naquele horário.

A partir disso, o profissional acionado entra em contato direto com a pessoa e confirma o horário da chamada por vídeo.

Além dos pacientes, o grupo também recebe profissionais que querem ser voluntários no projeto. Os interessados passam por uma seleção e preenchem um formulário de cadastro que pode ser conseguido diretamente no Instagram.

As psicólogas disseram que todo esse processo segue o preconizado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), ou seja, é garantido sigilo e ética profissional a pessoa atendida.

A ação que iniciou na última segunda-feira (23) já contou com 70 agendamentos. Segundo as psicólogas, já foram atendidas várias pessoas não só de Mato Grosso, mas também de outros estados. Atualmente, o projeto conta com 34 psicólogos inscritos e aptos a prestar os atendimentos de auxílio emergencial para questões psicológicas decorrentes da pandemia do Covid-19.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

0.9%
3.6%
11.7%
83.8%