31/03/2020 às 06h51min - Atualizada em 31/03/2020 às 06h51min

Padrasto acusado de alisar enteada de 11 anos em Barra do Garças é solto mesmo surgindo novo BO contra ele

Araguaia Notícia


O padrasto L.S., de 37 anos, foi solto no final da tarde de segunda-feira (30/3) em Barra do Garças-MT causando revolta na família da menor de 11 anos, que teria sido molestada sexualmente pelo acusado na madrugada do mesmo dia.

O fato teria ocorrido após uma festinha de confraternização que a família fez onde a mãe (que mora há dois anos com o suspeito) disse que flagrou o suspeito com a calça arriada passando a mão na menina que também estaria com o short abaixado.
 
Familiares da menina foram a delegacia na tarde de ontem onde protestaram contra a saída do acusado. A decisão veio da Justiça, porém não foi comentada por ninguém da polícia. A polícia informou que durante o dia de ontem surgiu mais um boletim de ocorrência (BO) contra o suspeito que foi registrado por uma ex-namorada que narra um fato semelhante que teria ocorrido no passado também com uma criança, porém esse fato falta ser apurado pela polícia.


 
A criança passou pelo médico legista e que não constatou ato sexual contra a menina, porém de acordo com a lei o suspeito responde por estupro pelo simples fato de ter tocado na parte da íntima da menina conforme relato da família e também da menina. A criança começou que isso já tinha acontecido antes.
  
Mãe se trancou no quarto
 

Após a festa, a mãe contou na delegacia que se trancou no quarto com a filha e chamou a polícia. Uma testemunha que estava no local afirmou que o agressor dizia que a esposa era 'louca' e que ninguém acreditaria no ocorrido.

Enquanto ela acionou a PM, o suspeito correu para central de atendimento. 

Na delegacia, a criança relatou que o homem teria cometido diversos abusos outras vezes.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
5.1%
20.5%
72.6%