30/03/2020 às 12h15min - Atualizada em 30/03/2020 às 12h15min

Câmara de Barra do Garças reduz gastos para devolver dinheiro a prefeitura no combate ao coronavírus

Entre as medidas, os vereadores cortaram as diárias e gastos excessivos do legislativo. Os parlamentares vão procurar o prefeito Roberto Farias para definir um plano de ação conjunta entre executivo e legislativo

Deógenes Nogueira / CMBG
ARAGUAIA NOTÍCIA


A Câmara de Barra do Garças adotou nessa quarta-feira (25), uma série de medidas para auxiliar a Prefeitura no combate a pandemia do novo coronavírus. Reunidos na sala da presidência da Casa, os vereadores decidiram pelo corte de diárias, suspensão de contratos e redução de gastos para gerar economia e devolver recursos para serem aplicados na saúde pública. 

Os parlamentares entenderam que o momento é de união entre os Poderes Legislativo e Executivo na prevenção do coronavírus. Diante disso, resolveram aprovar ações que possam colaborar com a Prefeitura e desta forma dar a sua parcela de contribuição para evitar a chegada do vírus em Barra do Garças. As medidas já começam a valer a partir desta quinta-feira (26).

De acordo com o presidente da Câmara, vereador João Rodrigues de Souza, o Dr. Joãozinho, na próxima segunda-feira (30), os 15 vereadores estarão se reunindo com o prefeito Roberto Ângelo de Farias para anunciar as medidas, discutir demandas e declarar apoio para superar essa crise que eles consideram a maior da história do país. “Nunca na história se viu algo igual. Então, é preciso encontrar soluções para superar esse momento. E isso passa por medidas drásticas”, disse.



O presidente anunciou também que os vereadores, acompanhado pelo prefeito, vão visitar as instalações do antigo Hospital MedBarra para checar in loco o que precisa ser feito para a transformação do local em um suporte de atendimento para possíveis casos do coronavírus. “Se preciso vamos adquirir novos equipamentos e instrumentos para que esse suporte possa atender a população. O momento é de união”, defende Dr. Joãozinho.

No encontro com o prefeito, os vereadores pretendem apresentar alguns pleitos, como por exemplo, uma ampla campanha de orientação e prevenção dos idosos, que fazem parte do grupo de risco; alongamento de prazos para o pagamento de tributos municipais para amenizar o impacto no comércio local, que está com as portas fechadas, e corte de gastos da gestão pública, entre outras propostas.

Os parlamentares que participaram da reunião foram unânimes em apoiar as medidas por entender que a Câmara deve cumprir o seu papel de representante da sociedade. Eles afirmam que Legislativo e Executivo devem estender as mãos, esquecer as divergências políticas partidárias e pensar no bem da coletividade, protegendo seus cidadãos contra um inimigo silencioso, que é o coronavírus.

A meta da Câmara, com a redução de gastos, é economizar o que for possível e devolver dinheiro para que o município possa investir e ampliar as ações de combate ao coronavírus em Barra do Garças, adotando medidas ainda mais eficazes para conter a chegada do vírus.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
5.1%
18.9%
74.4%